Quer abrir uma loja virtual?

Como atrair clientes: um pouquinho de amor e um tanto de estratégia

Como atrair clientes: um pouquinho de amor e um tanto de estratégia

Então você quer saber como atrair clientes. 

Talvez você tenha acabado de lançar sua primeira loja virtual e ainda está em cima do muro quanto às estratégias para atrair mais clientes. Ou vai ver você ainda está naquele processo de elaborar a marca e está avaliando o que vale a pena e o que não vale, em termos de ações de marketing.

Quem sabe você está só começando a montar um plano de ação para mergulhar no e-commerce? Ou já tem uma loja prontinha, tinindo com tudo novo e ajustado, mas não está conseguindo gerar vendas? 

A gente sabe que atrair clientes para uma loja (seja ela uma loja física ou sobretudo uma loja virtual) pode ser complicado, especialmente em momentos desafiadores como o que estamos vivendo no Brasil.

Na verdade, saber como atrair clientes é mais ou menos uma receita de bolo totalmente única: cada marca tem a sua, e os ingredientes variam dependendo do nicho, do público-alvo e de diversos outros fatores. Mas isso não quer dizer que não existam algumas diretrizes básicas sobre como atrair clientes — e é justamente isso que vamos mostrar neste post.

Como atrair clientes no e-commerce: tecnologia e customização

Uma loja física pode atrair clientes de diversas formas: além da publicidade online, dá para investir em uma vitrine visualmente cativante, aproveitar eventos como feiras e bazares e fazer uso do espaço físico da loja para promover uma série de parcerias que ajudam a gerar movimento e, claro, vendas.

Só que desde que a pandemia chegou, lá em março de 2020, muitas lojas físicas precisaram investir no e-commerce — tanto que, atualmente, marcas de pequeno porte correspondem a quase 50% do comércio virtual brasileiro.

Ou seja: o cenário atual indica que o comércio eletrônico está bombando, o que é uma boa notícia para lojas como a sua. Mas, por outro lado, essa imensa movimentação também pode significar uma concorrência maior para conquistar leads e potenciais clientes.


A parte boa é que, diferente de uma loja física, uma loja virtual conta com dezenas de recursos inovadores: vitrines virtuais, QR codes personalizados, provador virtual… Comprar online está se transformando em uma experiência cada vez mais intuitiva e interativa, e você pode (e deve) usar esses recursos como parte de suas estratégias para atrair clientes.

No entanto, é sempre bom lembrar que a tecnologia não é tudo: é claro que essas novidades podem ser bem legais e certamente vão ajudar a atrair potenciais clientes para o site da loja. Mas, quando estamos falando de atrair clientes, estamos falando principalmente de como estabelecer conexões duradouras com esses clientes. 

É importante preservar aquele lado humano e mostrar para o público que a marca é mais do que um baú cheio de recursos tecnológicos de última geração.

E existem pelo menos duas formas bem legais de fazer isso. Uma delas é otimizar as descrições de produto do site da loja com vistas a atrair clientes: você pode contar pequenas histórias sobre a origem daquele produto, investir em mensagens mais descontraídas e engraçadas (se isso combinar com o público e com o item) ou até mesmo inovar na forma como os produtos são exibidos no site.

Uma outra alternativa é usar e abusar do storytelling da marca e, desse modo, construir uma narrativa sobre a loja que incentive uma conexão imediata com novos clientes e com clientes já fidelizados:

6 estratégias para atrair clientes e gerar vendas

Para além das descrições de produto e do storytelling da marca, existem algumas estratégias para incentivar novos clientes a clicarem no botão de checkout e atrair para o site da loja aquelas pessoas que ainda não conhecem a marca.

Vem conferir:

1. O que torna seu produto diferente dos outros?

Isso vale para quem vende produtos super exclusivos e também para quem trabalha com itens de nichos concorridos, como roupas e cosméticos — e pode vir a ser a base de toda a estratégia de marketing digital da loja.

Quer saber o motivo?

É bem simples, na verdade: você está vendendo um produto (ou um serviço). E, para vendê-lo bem, você não precisa exagerar nas vantagens e benefícios que esse produto pode trazer para os clientes.

Basta identificar o que torna esse produto ou serviço diferente dos outros que existem no mercado, e começar a anunciar em cima dessa diferença.

O objetivo, nesse caso, é atrair clientes com base na ideia da exclusividade — e você pode usar isso de diversas formas. A Sobrebarba, por exemplo, tem uma pegada de sustentabilidade que faz dela uma marca bem diferente das dezenas de outras que estão espalhadas pelo mercado:

Página inicial da Sobrebarba

Reparou o tripé da exclusividade que sustenta a marca? Além de trabalhar com ingredientes 100% naturais e testar produtos apenas em barbudos (ou seja, no público-alvo da marca), a loja também tem uma parceria que garante ações de reflorestamento.

Assim, comprar um produto na Sobrebarba não é só comprar um produto, mas sim contribuir para um processo de compra mais sustentável. Esse é o diferencial dos produtos da marca.

Outro exemplo muito interessante é o da Holistix, que trabalha muito bem a ideia de exclusividade. Comprar um produto da marca não é apenas adquirir um item, mas sim contribuir para uma mudança de hábitos e, portanto, construir uma vida mais saudável:

página do site da Holistix

Gostou da ideia mas ficou na dúvida sobre como identificar esse tom de exclusividade em sua loja? Uma boa forma de começar pode ser respondendo as perguntas abaixo:

  • Seus produtos são feitos de quais materiais?
  • De onde vêm esses materiais?
  • Como os produtos são manufaturados ou montados?
  • Quem é que monta os produtos da loja?
  • O que é que esse produto tem que nenhum outro tem?
  • Qual é sua história pessoal, e como ela pode agregar valor aos produtos?

2. Para atrair com marketing digital, aposte nos vídeos

O vídeo já deixou de ser uma tendência no mundo do marketing digital e se transformou em uma constante. 

Estamos consumindo um número cada vez maior de conteúdos em vídeo na internet, sobretudo no YouTube: um levantamento recente, aliás, mostrou que o Brasil está em segundo lugar no ranking de países que mais assistem vídeos na plataforma.

Ótima notícia para os influenciadores, claro; mas o que isso significa para você, que está tentando atrair clientes?

Significa que você não precisa mais só dizer que seu produto é muito bom ou muito exclusivo; você também pode mostrar. Com anúncios, tutoriais e vídeos descritivos, é possível contar uma história visualmente cativante que ajude a atrair clientes e, dessa forma, gerar novas vendas.

Um exemplo bem legal é o da Sallve, que usa vídeos animados em suas páginas de produto. Este aqui embaixo fala sobre a necessidade do item, como ele funciona na pele e o que faz dele um item tão diferente dos outros que estão no mercado:

3. Os “ias”: simpatia e empatia com os consumidores

Um dos pilares do comércio físico e eletrônico é a resolução de problemas: consumidores têm problemas, e eles buscam produtos e serviços que possam ajudá-los a solucionar esses problemas.

Isso significa que, antes de descobrir como atrair clientes, você precisa entender o que esses clientes estão buscando — e mostrar empatia com as necessidades e demandas que esse grupo de pessoas está exprimindo. Dessa forma, você vai entender o que o público quer encontrar quando acessar a loja e, portanto, vai saber como atrair essas pessoas com mais segurança.

Uma forma bem legal de colocar isso em prática (e usar essa estratégia como parte do seu plano de como atrair clientes) é mostrar que você ouviu as demandas do público e criou um novo produto com isso em mente. Foi isso que a Pantynova fez:

página do site da Pantynova, anunciando novo produto

4. Equilíbrio entre razão e emoção 

Você está querendo descobrir como atrair clientes para gerar mais vendas e, desse modo, aumentar o alcance e a receita da loja, certo?

Isso significa que as ações de marketing da loja terão um peso particularmente importante nessa estratégia, pois são elas que ajudarão a atrair leads e clientes até o site da marca; e são elas, também, que terão uma forte influência sobre a decisão de compra desses clientes.

Por isso mesmo, é importante entender (ou lembrar) que para além de investir em estratégias de escassez ou urgência na hora de anunciar os produtos, você precisa investir também na mensagem que será transmitida.

Isso é especialmente importante porque, na hora de fazer uma compra, as pessoas costumam oscilar entre dois pólos: a emoção (o desejo de querer aquele produto) e a razão (as vantagens e benefícios que aquele produto pode trazer, o valor do item e mais).

Gostou e quer saber mais sobre esse tema? Dá uma conferida no vídeo abaixo, que fala justamente sobre apps de promoção:

5. Reduza os riscos envolvidos na compra

Você nunca vai conseguir garantir que 100% das compras e transações realizadas na loja tenham sucesso. No entanto, você pode garantir que a loja estará sempre à disposição para solucionar eventuais problemas e, desse modo, assegurar clientes em potencial de que eles podem sim confiar na marca.

Considere as opções abaixo:

Construa um canal de atendimento organizado e confiável 

Pode ser um chat, um número de WhatsApp ou um endereço de e-mail dedicado; o que funcionar melhor para você. O importante é ter um canal de atendimento no qual os clientes possam confiar, então não demore demais para responder (e mantenha sempre a simpatia!).

Construa um canal de atendimento organizado e confiável

Elabore políticas de devolução e troca

Quanto mais objetivas e acessíveis forem as políticas de devolução e troca da loja, menores serão as dúvidas dos clientes e o possível número de reclamações. 

Dito isso, não se esqueça de que mesmo com tudo bem delimitado no site da loja ainda pode ter gente que queira tirar uma dúvida mais específica, então certifique-se de que o canal de atendimento esteja devidamente preparado para receber essas pessoas.

Explicite os prazos de entrega e compartilhe o código de rastreamento

Parece óbvio, mas não é: muitas lojas ainda não compartilham o código de rastreamento com os clientes ou simplesmente não explicitam os prazos de entrega de seus produtos, o que acaba gerando uma frustração justificável por parte do consumidor. 

Lembre-se: quando estamos falando sobre como atrair clientes, também estamos falando sobre gerar uma relação orgânica e sincera com essas pessoas. Elas precisam confiar na marca para realizar compras, o que significa que você precisa oferecer algo no qual elas possam confiar; e isso vai além dos produtos anunciados na loja.

Avise ao consumidor sobre possíveis demoras ou atrasos

Muitas lojas aprenderam isso da pior forma possível lá no início da pandemia, mas a verdade é que quanto mais informado o consumidor estiver sobre possíveis demoras ou atrasos na entrega, menores são as chances de que essa pessoa fique decepcionada com a loja.

É claro que ninguém quer receber a notícia de que o pedido vai atrasar, mas é melhor mandar uma notícia dessas do que ter que lidar com uma encomenda extraviada ou um cliente frustrado, não é verdade?

Você pode enviar esse comunicado de diversas formas, mas pode ser uma boa ideia avisar antes do processo de compra, como a Brusinhas fez. O pop-up abaixo recepciona os visitantes antes mesmo da homepage da loja carregar por completo:

Pop-up do site da Brusinhas sobre possíveis atrasos de entrega

Ainda temos mais uma dica sobre como atrair clientes: 

6. Seja uma marca presente nas redes sociais

As redes sociais viraram um elemento obrigatório para lojas que querem construir uma presença forte no mundo virtual, mas pode ser difícil impulsionar o perfil no meio da multidão.

Como estratégias de marketing e divulgação da marca, vale a pena pensar em como você pode otimizar os recursos que plataformas como o Facebook e o Instagram têm a oferecer: será que adianta criar uma hashtag personalizada da marca? Ou será que é melhor investir em conteúdos especiais para o IGTV da marca? Vale a pena usar os Destaques para coletar prova social e repostar detalhes de uma nova coleção?

Leitura recomendada: Ei! Já sabe como fazer um Instagram comercial?

Tudo vai depender dos resultados que você deseja conquistar. Só não vai se esquecer de integrar o Instagram e o Facebook à loja virtual, viu?

Para saber mais sobre como esse processo funciona, confira o vídeo abaixo:

Como atrair clientes: paciência, dedicação e cuidado

Deu para perceber que não existe uma resposta única para a pergunta “Como atrair clientes?”, não é?

Na verdade, o processo de atração de público e de leads envolve um pouquinho de tudo: carinho, cuidado, atenção e sobretudo um bom planejamento estratégico.

Agora que você já tem algumas diretrizes básicas na cabeça, é hora de começar a arquitetar suas próprias estratégias. 

Estamos na torcida!

Como atrair clientes: paciência, dedicação e cuidado

Ilustrações: Freepik

Perguntas frequentes sobre como atrair clientes

Como atrair clientes no e-commerce?

Descobrir como atrair clientes no e-commerce pode ser um desafio, já que você precisará levar em conta as particularidades do nicho com o qual trabalha e as diferentes demandas do público para o qual quer anunciar.

No entanto, existem algumas estratégias que podem impulsionar esse processo de atração: você pode construir uma presença forte nas redes sociais, mostrar empatia com as demandas e necessidades dos clientes, apostar em campanhas de divulgação que trabalhem prioritariamente com vídeos e muito mais.

Meu canal de atendimento ao cliente pode me ajudar a conquistar novos clientes?

Um bom canal de atendimento pode fazer maravilhas por uma loja virtual ou loja física, e sem dúvida vai ajudar na hora de conquistar clientes. Você pode usar um endereço de e-mail, um número comercial no WhatsApp ou até mesmo um chat online configurado no site da loja: o importante é estar à disposição para tirar eventuais dúvidas do consumidor ou de leads, oferecer descontos exclusivos que incentivem a compra e acompanhar toda a experiência do cliente.

Como atrair clientes com boas páginas de produto?

Uma página de produto é mais do que uma subpágina do site da loja. Além de trazer imagens do item anunciado e outras descrições técnicas sobre o produto, ela também pode ser otimizada para exibir:
  • uma descrição mais personalizada do item;
  • um vídeo que mostre o produto em ação ou funcione como um tutorial;
  • avaliações de outros consumidores que também compraram aquele item.
Todos esses elementos desempenham um papel importante na decisão de compra e, por isso mesmo, é importante incluí-los da maneira que você julgar melhor.

Um blog pode me ajudar a atrair clientes?

O blog, assim como os perfis de uma loja nas redes sociais, são elementos que ajudam a gerar tráfego para uma loja virtual. Mas, para que isso realmente funcione, você precisa:
  • criar conteúdos que sejam relevantes para os visitantes;
  • vincular os conteúdos do blog aos produtos ou serviços anunciados no site da loja;
  • otimizar os conteúdos do blog com uma boa estratégia de SEO;
  • definir uma frequência de publicação de conteúdos no blog que esteja alinhada com os esforços nas outras mídias (redes sociais, e-mail e qualquer outro canal de vendas).

Which method is right for you?Sobre a autora

Carolina Walliter é escritora, tradutora, intérprete de conferências e editora-chefe do blog da Shopify em português do Brasil.

Post original em inglês: Mark MacDonald

Tradução e localização: Marcela Lanius

Você tem dúvidas sobre a Shopify?

Entre em contato a nossa Central de ajuda

Quer abrir uma loja virtual?