Quer abrir uma loja virtual?

O que é SEO em marketing digital?

Uma ilustração de um grupo de personagens segurando a barra de pesquisa de um mecanismo de pesquisa para comemorar o aprendizado em marketing de SEO

A sigla para a expressão em inglês Search engine optimization (SEO) já evoluiu bastante desde a época em que você enchia um texto com palavras chave e usava click baits.

Hoje em dia, para ficar bem posicionado em buscadores como o Google, o conteúdo da sua loja precisa acertar a intenção de busca do seu visitante em potencial. A otimização de sites com uma estratégia de SEO pode parecer uma atividade intimidadora e entediante, eu sei. Mas na verdade tudo se trata de entender como os mecanismos de busca funcionam e como as pessoas os usam, implementar essas informações no seu site e depois executar metodicamente alguns ajustes de back-end.

Soa como algo muito técnico? Não se preocupe: elaboramos este guia passo a passo para você poder otimizar sua loja Shopify, sem que você precise ter experiência com SEO. 

 

três tipos de seo
Fazer com que seus esforços de SEO trabalhem em harmonia é o ponto ideal para melhorar o posicionamento da sua loja de e-commerce em buscadores como o Google. Fonte da imagem: Rank Watch

 

Por que uma estratégia de SEO é tão importante?

1. A maior parte do tráfego vem de buscas orgânicas

Se você ainda não tem uma estratégia de SEO para sua loja, pode estar perdendo tráfego e receita. De acordo com uma pesquisa da Wolfgang Digital (disponível somente em inglês), em geral 35% do tráfego dos sites de lojas virtuais vem de páginas de resultados de busca, as chamadas SERPs. Já 33% da receita dessas lojas vem desse tráfego orgânico – ou seja, trata-se de um importante canal de marketing, capaz de produzir o maior índice de tráfego e receita.

2. Os custos com publicidade paga estão aumentando e o SEO é um “tráfego grátis”

Se você está gerando a maior parte das suas vendas por meio de canais de publicidade pagos, isso pode corroer as margens de lucro do seu negócio. Embora a geração de resultados orgânicos leve tempo, no fim das contas este será seu melhor canal de aquisição. Trabalhar para aumentar o tráfego orgânico por meio de SEO pode demandar tempo e esforço, mas seu efeito exacerbado faz dele o melhor canal em questões de custo-benefício para gerar novos clientes. Uma estratégia de SEO nunca deve ser algo que você deixa para depois, mesmo que seu retorno não seja imediato – search engine optimization, já diz o nome (otimização de mecanismos de busca em bom português) – ou seja, um esforço constante.

3. A classificação nas primeiras posições no volume de buscas pode gerar até 30% a mais de tráfego diário

Quem trabalha com SEO conhece essa piada: se você precisar esconder um cadáver, coloque-o na página dois de resultados do Google. Ou seja, estar bem posicionado gera mais cliques – de forma desproporcional em comparação com o 11º lugar, acredite.

Se você tiver uma página com bom posicionamento para tráfego orgânico, mesmo sem ter feito nenhuma otimização para buscas, provavelmente você pode melhorar a página para ela gerar ainda mais tráfego, às vezes com ajustes mínimos. 

Image displaying the click through rates for searches performed with a shopping intent and how they start at 30% for first position and slowly tail off.
Índices para buscas realizadas com uma intenção de compra. Fonte da imagem: Advanced Web Ranking.

Antes de começar: fundamentos para melhorar sua estratégia de SEO na Shopify

Você precisa configurar alguns itens básicos antes de começar a aprimorar o SEO da sua loja Shopify. Vamos lá:

  • Compre um domínio personalizado. Sua loja virtual precisa de um domínio próprio para ter sucesso com SEO. Os domínios personalizados geram mais confiança nos clientes em potencial e também são mais memoráveis. Se você até hoje tem um endereço como nomedamarca.myshopify.com.br, é hora de atualizá-lo para um domínio personalizado como nomedamarca.com.br. Um domínio personalizado custa em torno de 40 reais por ano. Se precisar de ajuda, temos um artigo sobre como escolher um nome de domínio para a sua loja.
  • Instale o Google Analytics. O Google Analytics é grátis para instalação e permite que você veja estatísticas de tráfego e o impacto delas no seu site. Veja como configurar o Google Analytics na sua loja Shopify.
  • Instale o Google Search Console. Esta é uma ferramenta que apresenta informações sobre quais páginas do seu site estão nas primeiras posições para cada busca, o posicionamento delas e quantos cliques recebem, entre outras informações úteis. Veja como configurar o Google Search Console na sua loja Shopify.
  • Tenha um site responsivo para dispositivos móveis. A Shopify oferece diversos temas gratuitos, criados para sites responsivos sem custos adicionais. Se você personalizou seu tema ou criou um próprio, teste a responsividade dele para dispositivos móveis com essa ferramenta do Google.
  • Remova a proteção de senha. Se você ainda está arrumando e organizando as páginas de produtos da sua loja virtual, talvez seja melhor esperar antes de destravar seu site para o público e para buscadores como o Google. Mas se sua loja tem proteção com senha, esses sites não vão conseguir ir além da sua página inicial para indexar ou classificar as páginas.
  • Tenha um plano pago. As lojas com planos gratuitos podem ser indexadas e ranqueadas, mas se você não tiver um plano pago, todo esse trabalho será em vão assim que seu período grátis acabar.

Depois de conferir que todos esses itens estão ok, é hora de começar. Use esse guia de SEO para aprimorar o tráfego orgânico da sua loja virtual, bem como a visibilidade dela em buscadores como o Google e o Bing.

Checklist para SEO: como otimizar a sua loja virtual

Quer ranquear melhor nos resultados de busca? Confira o nosso checklist gratuito sobre SEO.

Técnicas de SEO

Técnicas de SEO são um conjunto de técnicas ocultas. É como trocar o óleo do carro – tudo funciona bem, mas você não consegue ver o porquê. Elas melhoram o desempenho do seu site drasticamente sem que você note e são responsáveis por otimizar seu site para mecanismos de busca, garantir que ele tenha uma boa velocidade de carregamento e que seja responsivo para dispositivos móveis. A estratégia de SEO também otimiza seu site, garantindo que a estrutura e os links internos dele permitam uma navegação fácil e que as meta tags estejam preenchidas corretamente. Assim, tanto os mecanismos de busca como os seres humanos entendem qual o propósito da sua loja virtual.

Se seu site tem discrepâncias nessas áreas, isso pode afetar seu posicionamento na busca orgânica. Mas solucionando esses problemas, você vai ver benefícios como

  • Os usuários vão ter mais engajamento com o site porque ele está mais rápido e todos os conteúdos e páginas são fáceis de acessar
  • Maior atividade de crawl bots, visto que o site está mais fácil de ser rastreado, aumentando os resultados orgânicos ao longo do tempo

Nota: Esse não é um guia completo sobre técnicas de SEO para sua loja Shopify, é só uma lista de itens essenciais para o seu site para ter um bom desempenho no volume de buscas.

Custo: R$ 0,00 ou US$ 4,00/mês por um app

Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️🕵️‍♀️🕵️‍♀️

Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪💪💪

Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀🚀🚀🚀🚀

Muita gente não presta atenção nos links internos do seu site, especialmente quem está começando.

Criar links internos não é só colar urls para criar textos âncora em todo o seu site. Trata-se de criar as pillar pages necessárias, que vão servir de autoridade para dezenas de outras páginas de sites e posts de blog, e/ou vice-versa. Essa linkagem interna pode ser realizada com um sistema de navegação claro a partir da sua página inicial, que é projetada tanto para a experiência do usuário como para os crawlers dos mecanismos de busca.

Vejamos o site da Lola Home, por exemplo, uma marca de decoração para casa. A página inicial dela lista sete opções de menus de nível superior. Quando você passa o mouse sobre Cama, Mesa ou Banho, surge uma lista suspensa de produtos e coleções oferecidas. A lista suspensa é dividida em diversas categorias como lençóis, guardanapos e toalhas de praia.

home page lola
A Lola Home tem um sistema e estrutura de menus claro e de fácil navegação, o que é benéfico tanto para os usuários como para os buscadores.

Sim, a Lola Home criou um sistema de navegação em menus e categorias fácil de entender, mas também listou suas páginas mais importantes que vão gerar tráfego orgânico nesse menu e fez a otimização do texto âncora ali. Veja no item Cama. Quando você clica no item Colchas, vê que a página tem um bom posicionamento para termos de buscas como "colcha canelada" e "algodão rústico", que atraem os clientes certos dos buscadores.

Agora a pergunta é: "como posso aplicar isso no meu negócio?"

Vamos usar como exemplo nossa loja Shopify demonstrativa, a Kinda Hot Sauce, que vende molhos picantes. Levando em consideração que nossos clientes imaginários nos disseram que adoram nosso molho de pimenta habanero e que desejam mais variações dele, vamos acrescentar três novos sabores a esse estilo. O que vamos fazer em seguida?

  • Pesquisa de palavras chave. Usamos uma ferramenta de SEO grátis como o Ubersuggest e digitamos “molho de pimenta habanero” na pesquisa de palavras chave para ter uma ideia do número mensal de buscas por esse termo. Opa! Achamos uma nova categoria para abrigar uma nova linha de produtos.
  • Criar páginas de produtos. Nessa nossa loja Shopify de brincadeira, vamos nos comandos Produtos > Adicionar produto para criar uma lista de produtos e preenchemos tudo – dos títulos e descrições às informações de estoque (SKU) e frete.
  • Criar uma página de coleção. Seguimos para Produtos > Coleções para criar uma nova página e adicionar as três novas páginas de produto. Ao criar a página de coleções, queremos seguir as melhores práticas de SEO on page preenchendo o item Pré-visualização da listagem de mecanismo de pesquisa, procurando usar o termo "molho de pimenta habanero" no título, na descrição e na URL da página, bem como no identificador. Veja como na imagem abaixo.molho de pimenta habanero
  • Adicionar nossa nova página ao menu. Na nossa loja Shopify, vamos em Loja virtual > Navegação > Menu principal. Aqui adicionamos facilmente nossa coleção de molhos de pimenta habanero ao nosso sistema de navegação no menu Comprar.
  • Adicionar um app do tipo breadcrumbs na loja. Um app como Category Breadcrumbs (US$ 4,00/mês) permite mostrar para seus clientes facilmente o caminho que eles percorreram na árvore de categorias do seu site. Esse "caminho de farelos de pão", como na história de João e Maria, mostra a eles uma rota fácil para voltar, clicando no link adequado. Por exemplo, você está lendo esse artigo no blog da Shopify, certo? Se clicar ali em cima em "Blogs da Shopify", vai voltar para a página inicial do blog.

2. Envie seu sitemap para o Google Search Console e corrija os erros do site

Custo: R$ 0,00

Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️🕵️‍♀️🕵️‍♀️🕵️‍♀️🕵️‍♀️

Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪💪💪💪

Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀🚀🚀🚀🚀

No começo desse artigo, dissemos que você precisa criar uma conta no Google Search Console. O próximo passo é fazer o upload do seu sitemap no Google Search Console, para que sua loja seja rastreada e indexada pelos buscadores. O que isso significa? Um crawl bot visita seu site, explora a página inicial e segue analisando todas as suas categorias, coleções e páginas de produtos, até verificar tudo. Por que? Para poder listar todas essas páginas nos resultados dos sites de busca.

 

indexação e crawling
Uma representação visual de como os crawl bots exploram seu site e suas páginas.

 

A boa notícia é que a Shopify cria um sitemap para todas as suas lojas automaticamente, então você não precisa criar um – aliás, isso só é recomendado para especialistas em SEO. Se você tiver um plano básico da Shopify, vai receber um sitemap gerado automaticamente. Se tiver um plano mais avançado com domínios internacionais, vai ter que fazer o upload do sitemap de cada domínio. 

Em seguida, é preciso corrigir alguns erros que seu site possa ter. Se você acabou de fazer o upload do sitemap, vai ter que esperar para receber essa informação de um crawl – talvez até a semana que vem. O que você pode fazer agora é:

  • Faça log in no Search Console e visualize o relatório de Cobertura. Na coluna à esquerda, clique em Índice > Cobertura. Vai surgir um gráfico com caixas com as opções “Erro”, “Válidas e com aviso”, “Válidas” e “Excluído”. Nesse momento, vamos nos concentrar na opção Erro.
  • Identifique erros do tipo 404 ou de redirecionamento (se estiverem listados). O console do Search vai relatar todos esses itens na lista com as mensagens a seguir:
    • "A URL solicitada não foi encontrada (404)"  aparece quando a página não existe no seu site. Este erro ocorre porque em algum local do seu site existe um link para uma página quebrada ou então outro site está fazendo esse link – portanto, o crawler do motor de busca está tentando indexá-lo. Em relação a SEO e aos usuários, isso é ruim porque é como se você estivesse os direcionando para uma rua sem saída, portanto, consertar esse problema é essencial. Clique na mensagem para ver uma lista de todas as URLs que estão dando erro. Clique em "Exportar" no canto superior direito da tela e salve essa planilha.
    • "Erro de redirecionamento" é quando o Google rastreou a URL, mas a página não atualiza automaticamente para a nova localização do usuário. Isso acontece por diversos motivos: se a cadeia é longa demais, quando ocorre um loop de redirecionamento, quando a URL fica com um comprimento maior que o máximo permitido ou então quando há uma URL quebrada ou vazia na cadeia de redirecionamento. Clique em "Erro de redirecionamento" para ver uma lista completa dessas URLs e exportá-la.
  • Conserte os erros 404 e os redirecione. Esses problemas podem ser complicados para consertar, mas o que você precisa fazer é:
    • Pegue a sua planilha de erros 404 (a planilha com marcação "Tabela"). Você precisa encontrar a página mais relevante para onde redirecionar esses erros. Na nossa loja demo Kinda Hot Sauce, se tirarmos um produto da linha de produção, faz sentido redirecionar a página dele para a de um produto semelhante ou de coleções. Redirecionar para a página inicial também é uma boa opção.
    • No admin da sua loja Shopify, clique em Loja virtual > Navegação. Clique em "Ver redirecionamentos de URL" e depois em "Adicionar redirecionamento de URL". Aqui, pegue aquela planilha de erros 404 e coloque os itens nos campos correspondentes, clicando depois em "Salvar redirecionamento". Se precisar de passos mais detalhados sobre isso, veja nosso  artigo da central de ajuda sobre redirecionamentos de URL. Se você tiver muitos redirecionamentos para criar, talvez você queira usar a função de importação das suas URLs.
    • Agora vou explicar rapidamente como consertar os erros de redirecionamento. Os loops de redirecionamento fazem com que os usuários e os mecanismos de busca fiquem literalmente presos em um circuito, tentando carregar uma sequência de duas ou mais páginas do seu site que apontam uma para a outra. O redirecionamento é configurado de modo que a página C deve carregar a página A, a página A deve carregar a página B, e a página B é configurada para carregar a página C.
Redirect loops make visitors and search engines literally get stuck in a loop by trying to load a sequence of two more pages on your website that all point to one another.Um esquema visual de como um loop de redirecionamento funciona para buscar crawlers e bots. Fonte da imagem: Content King.

    • Siga as instruções sobre como exportar sua lista de redirecionamentos de URL da sua loja Shopify. Agora você precisa identificar quais redirecionamentos estão quebrados usando tanto o Google Search Console como as exportações de redirecionamento da Shopify. Os usuários avançados podem combinar todas e usar filtros para obter uma lista da localização dos erros. Se não, copiar a célula de erro da URL e usar a função Pesquisar pode funcionar, mas vai dar mais trabalho.
    • Do mesmo modo que a atualização das páginas 404, faça anotações na sua planilha sobre onde você quer que o redirecionamento vá, depois vá para Loja Virtual > Navegação > Redirecionamentos de URL. Use a caixa de busca para pesquisar o redirecionamento que precisa editar, clique e atualize o redirecionamento.
    • O próximo passo é verificar se esse trabalho valeu a pena. É possível fazer isso voltando ao Google Search Console e verificando a aba Cobertura nos próximos dias ou semanas, até que todos os erros estejam solucionados

    Nota: Está achando tudo muito complexo? Use o marketplace da Shopify Experts para encontrar um especialista em SEO para implementar tudo isso para você. Contrate um especialista.

    3. Otimize suas imagens para que elas carreguem rapidamente e sejam encontradas pelos mecanismos de busca

    Custo: R$ 0,00 ou US$ 4,00/mês por um app

    Especialidade em SEO (máximo de 5 🕵️‍♀️):🕵️‍♀️🕵️‍♀️

    Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪

    Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀🚀🚀🚀 

    Os buscadores não rastreiam só o texto do seu site, suas imagens também. A otimização das suas fotos não impede que você tenha fotografias lindas, na verdade, ela ajuda a melhorar a exibição das imagens da sua loja virtual para os clientes. 

    Reduzir o tamanho das imagens deve ser uma prioridade do seu cronograma. As imagens compõem 46% do tamanho médio do site como um todo – ou seja, figuras grandes podem deixar o carregamento do seu site lento. A boa notícia é que, como a Shopify oferece hospedagem, você não precisa se preocupar com aspectos técnicos como encontrar uma CDN que seja segura e carregue suas imagens rapidamente – isso já está incluído no seu plano.

    Leitura recomendada: 10 dicas essenciais para otimizar e redimensionar imagens

    SEO on-page

    SEO on-page é o método primário de dizer diretamente aos leitores e aos motores de busca o assunto da sua página. Os mecanismos de busca procuram certos fatores de SEO on-page que podem ajudar a classificar sua página nas SERPs, a sigla em inglês para “páginas de resultados dos mecanismos de pesquisa”. Os fatores on page incluem a relevância da palavra chave e do assunto, as informações meta, o slug na URL da página e suas imagens, e assim por diante. Para mais informações sobre fatores on page, esse artigo do Rock Content é um ótimo recurso.

    Vamos falar então sobre o básico de pesquisa de palavras chave, como decodificar a busca e dar algumas dicas de otimização do conteúdo que vão ajudar suas páginas a ter um bom posicionamento nos resultados de palavras chave.

    1. Pesquisa de palavras chave

    Custo: R$ 0,00 ou US$ 99/mês por uma ferramenta de SEO

    Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️🕵️‍♀️

    Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪💪

    Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀🚀🚀🚀🚀

    Uma maneira mais simples de entender palavras chave é imaginar como as pessoas que usam motores de busca digitam aquela palavra no buscador. Em geral é do mesmo modo que nos expressamos normalmente, mas às vezes é mais parecido com um homem das cavernas. Em vez de digitar "Quero comprar o novo iPhone", digitamos "comprar novo iPhone".

    Existem dois tipos de palavras chave: as short tail e long tail.

    • Palavras chave short tail têm comprimento de duas ou três palavras e volume alto. Exemplo: "bermuda de moleton", que tem concorrência alta no Google Ads.
    • Palavras chave long tail têm comprimento de quatro palavras ou mais e volume menor, por exemplo: "bermuda jeans e camisa social", com concorrência baixa no Google Ads. Também são conhecidas como palavras chave de cauda longa.

    Como as pessoas usam palavras chave nos buscadores para comprar produtos

    Quando for escolher um termo que você quer usar para ranquear sua página, ajuda saber a intenção por trás da pesquisa associada. As pesquisas se enquadram nas seguintes categorias

    1. Pesquisas navegacionais são aquelas feitas para encontrar um site específico. Um usuário pode digitar "facebook" na barra de pesquisa para encontrar o site do Facebook em vez de colocar a URL na barra de navegação.
    2. Pesquisas informacionais são as que começam com palavras como "o que", "por que", "como", etc. – conteúdo que proporciona informações úteis e relevantes para um bom posicionamento de pesquisa de palavras chave.
    3. Pesquisas transacionais indicam uma intenção de concluir uma transação. Elas levam as pessoas a digitarem o nome diretamente na barra de pesquisa, por exemplo, "Samsung Galaxy".

    Em relação à jornada do cliente nos motores de busca, é preciso saber como as pessoas se comportam quando não sabem qual produto estão buscando ou quando querem fazer uma escolha de compra consciente.

    Vamos entender isso melhor? Por exemplo, vamos supor que você quer comprar o último modelo do iPhone. Mas e se você quiser ver o que mais está disponível no mercado antes de concluir essa compra?

    Você vai a um mecanismo de busca e digita uma pesquisa informacional como "melhor smartphone", certo? Aí aparecem diversos artigos fazendo listas dos melhores modelos de smartphone e você clica no primeiro resultado. Depois de ler o artigo, provavelmente pensa “Olha, o novo modelo do iPhone não parece tão mal assim”, mas ainda assim vai dar uma olhada no novo Samsung Galaxy só para comparar. Depois provavelmente vai atrás de uma comparação entre os dois sobre recursos como confiabilidade, fazendo uma pesquisa informacional, como "iphone apple vs samsung galaxy". Depois de ler um ou mais artigos da primeira página, você agora sabe qual smartphone é melhor para você, então decide dar mais uma chance ao novo iPhone. De volta ao mecanismo de busca, você digita uma pesquisa transacional como "comprar iphone". A partir daí, talvez você visite o site da Apple e conclua sua transação.

    funil de vendas SEO

    Como escolher uma palavra chave

    Agora que você já sabe como os usuários percorrem uma jornada de compra e como entender a internet por trás das buscas, vamos encontrar modos de fazer pesquisa de palavras chaves.

    Pesquisar palavras chave por ser algo intenso. Você pode se fazer as seguintes perguntas: "Por onde eu começo?", "Como encontro uma?", "Como sei se ela vai ter um bom posicionamento?", "Quanto tempo vou levar?". Calma, vamos encontrar essas respostas para você.

    • Onde começar. Primeiro, pense qual é o seu produto ou em que categoria ele se encaixa. Por exemplo, a Shopify é uma plataforma de e-commerce, então queremos uma página com ranqueamento para esse termo de pesquisa exato. Qual é o termo genérico que descreve o seu produto?
    • Use ferramentas para obter informações dos concorrentes. Existem diversas ferramentas disponíveis, gratuitas ou pagas, mas as melhores extensões grátis para Chrome são Keyword Surfer e MozBar. Com o Keyword Surfer, você digita as palavras chave no Google e ele apresenta o volume delas na barra de endereço e nas SERPs. Já o MozBar informa a autoridade de domínio e a autoridade de página de um site – isto é, o nível de reputação e força de um site ou o nível de confiança de uma página, respectivamente.

    Example of using Moz and Keyword Surfer to get competitive SEO insight for keyword research .

    • O que fazer com esses dados. Agora você tem informações para criar uma palavra chave short tail. Comece filtrando uma long tail que a acompanha. Se seu negócio for novo ou estiver em crescimento, essas palavras costumam ter bastante concorrência na hora de obter um bom posicionamento, então você precisa achar um diferencial. Lembre-se: seu negócio conquistou seu lugar no mercado com uma proposta de vendas única. É hora de canalizar isso em uma palavra chave comprida, pois isso vai ajudar seu produto a ser encontrado e a adquirir mais tráfego. Se estiver usando o Keyword Surfer, clique na estrela da barra de endereços para adicionar uma palavra chave short tail à área de trabalho. Faça isso usando a lista de "Ideias de palavras chave", procurando palavras chave longas. Assim que terminar, clique em "Área de trabalho", nos três pontinhos e em "Exportar". Agora você tem esses dados salvos no formato CSV, podendo usá-los quando for criar ou otimizar sua página.

    2. Combine a intenção de busca e crie páginas relevantes para sua palavra chave

    Custo: R$ 0,00 ou US$ 99/mês por uma ferramenta de SEO

    Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️🕵️‍♀️

    Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪

    Esforço (máximo de 5 🚀): 🚀🚀🚀🚀🚀

    Que tipo de pesquisa sua página almeja alcançar? Saiba que quando se trata de escolher palavras chave, o Google e outros mecanismos de busca querem ranquear aquelas que têm a maior probabilidade de concluir a jornada de quem está pesquisando. No caso específico do Google, ele não tem interesse em pesquisas adicionais, nem que o usuário clique em "Voltar" ou em outro resultado de busca.

    Quando estiver escolhendo um termo, você pode ter uma ideia melhor da busca observando as primeiras posições das SERPs. Simplesmente pesquise o termo e faça notas se a página é um artigo ou uma página de produtos. Por enquanto, preste atenção somente nos resultados orgânicos, não nos anúncios (eles têm a marcação correspondente à esquerda) ou em qualquer recurso das SERPs como "As pessoas também perguntam", imagens, vídeos ou diretórios locais. 

    Anote a pontuação no estilo "9/10 páginas de produto" – a partir daí, você passa a entender a intenção do usuário, que servirá para fazer uma transação. Se estiver fazendo marketing de conteúdo, o melhor é que a maioria das 10 listagens sejam artigos, pois eles levam a mais pesquisas informacionais.

    Para concentrar ainda mais a intenção de busca, busque por ideias em buscadores como o Google. Por exemplo, se eu criar uma página para alcançar buscas por "molho de pimenta habanero", então vou ter que ver a caixa de "Pesquisas relacionadas" no final das SERPs, pois essa lista vai me dar uma ideia do que os usuários estão esperando encontrar em suas buscas. 

    Como "molho de pimenta habanero" é uma short tail, se os usuários chegarem ao resultado 10 e não virem uma listagem onde possam clicar, esses termos pré-populados podem ajudá-los a chegar ao resultado da busca que estavam pesquisando, mas não sabiam descrever.

    Anotar essas frases é uma boa saída – algumas delas são boas palavras chave de cauda longa que você pode usar quando for criar sua página de produto. Você pode usá-la como subtítulo, na descrição do produto, na meta descrição ou no título – assim, ela vai ter um bom posicionamento. Vamos ver como fazer isso.

    molho de pimenta habanero pesquisas relacionadas

    3. Otimização de conteúdo para deixar suas páginas visíveis

    Custo: R$ 0,00 ou US$ 99/mês por uma ferramenta de SEO

    Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️🕵️‍♀️🕵️‍♀️🕵️‍♀️

    Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪💪💪

    Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀🚀🚀🚀🚀

    A otimização de conteúdo ajuda suas páginas a ter um melhor posicionamento nos resultados de busca pelas palavras chaves almejadas. Exemplos incluem ajudar ou otimizar o conteúdo de uma página, a meta descrição e as tag de título. Otimizar conteúdo fica muito mais fácil quando você tem uma palavra exata que está tentando ranquear. 

    O modo mais fácil de entender otimização de sites é se perguntando "Como posso deixar claro para os visitantes do que se trata essa página?". A partir desse ponto você pode analisar suas páginas de modo completo:

    • O heading explica de forma clara o que tem na página? 
    • Estou usando a palavra chave ou alguma variação dela nos subtítulos ou no corpo de conteúdo da página?
    • Ela está no slug da URL? Ela é longa ou curta demais?
    • O título da página é atraente? A meta descrição faz com que essa página seja digna de clique?
    • Quais são os nomes dos arquivos de imagens? Elas têm texto alternativo (alt text) preenchido explicando de modo claro o que aparece na imagem?

    Vamos ver melhor o que podemos fazer em relação à otimização de sites específica para conteúdo on-page.

    1. Crie sua palavra chave a partir do seu heading

    Em páginas transacionais como as páginas de produto, usar sua palavra foco em títulos pode fazer sentido como uma forma de identificação, mas em geral isso funciona melhor em páginas de coleções. Em um mundo ideal, seus produtos têm um nome mais atraente. Vamos usar o exemplo da loja de cosméticos veganos The Lip Bar. Ela tem uma coleção cuja palavra chave alvo é "concealer" (corretivo em português), mas suas páginas de produto dentro da coleção são específicas para cada tipo de tom de pele e função do produto. Ou seja, para o produto 6:00 Ebony Caffeine Concealer ("6:00 Corretivo de Cafeína Ébano"), "6:00 Ebony", é o tom, "Caffeine" é a função que ele oferece (cafeína ajuda a acordar a pele), e "Concealer" é o termo geral pelo qual o produto é conhecido, "Corretivo". Ele pode ter algum benefício de SEO para ranquear em buscas como "corretivo de cafeína".

    Example of how Shopify Store, The Lip Bar, balances using a keyword in their product pages and collections pages

    ⚠️ Importante: Ao criar páginas é essencial que a formatação delas inclua somente um título H1 (ou Heading1 como é o nome na página de edição da Shopify). Isso é reservado no campo Título.

    Em relação a páginas navegacionais, como a página Sobre ou Contato, é melhor usá-las para seu propósito inicial ou para a função que ela atende (ex: "Fale conosco", "Mande um alô para [nome da marca]", ou "Como podemos ajudar?"). O objetivo é deixar tudo claro e simples.

    2. Entenda o tópico por trás das palavras chave e o incorpore à sua página

    Incorporar palavras chave nas suas páginas não significa enchê-las de termos ou encontrar modos de usar palavras estranhas que não são gramaticalmente corretas. Esse era um truque de bom posicionamento há 10 anos, mas os mecanismos de busca já evoluíram muito desde então e conseguem entender o tema de uma página e como classificá-la adequadamente agora.

    Em vez disso, quando for otimizar uma página para ranqueá-la com palavras chave, o primeiro passo é experimentar e entender o tópico por trás dela e depois cobrir esse tópico do melhor modo.

    Com uma ferramenta de SEO paga para ter informações sobre palavras chave, fica muito mais fácil reuni-las em um único tópico. No entanto, ainda é possível fazer isso usando ferramentas grátis. Vou usar como exemplo minha nova página de coleções do site de brincadeira Kinda Hot Sauce.

    • Comece pelo Google. Vamos observar a parte de baixo dos resultados das buscas, onde o Google lista as pesquisas relacionadas – dali surgem ideias sobre pesquisas semelhantes a "molho de pimenta habanero", além de sugestões para autocompletar.

    molho de pimenta habanero autocompletar

    • Liste o que está nas pesquisas relacionadas e no autocompletar. Abro um documento no Google Docs e coloco todas as pesquisas ali. A partir dessa lista, já consigo ver que frases posso usar e quais vou descartar. Agora vou começar a escrever uma descrição para a minha página de coleções.
    • Pense em um título e uma descrição. Para me ajudar a escrever uma boa descrição tanto para os usuários como para quesitos de SEO, ajuda se eu me fizer perguntas honestas sobre algumas das frases a seguir:
      • Tenho o sabor laranja? Se sim, como posso compartilhar isso na página?
      • Será que "forte" ou "em conserva" são bons termos para incluir se minha marca é focada no sabor?
      • Durante a fabricação, os meus molhos de pimenta são fermentados?

    Consigo facilmente usar as respostas dessas perguntas para me ajudar a escrever. Como mencionado acima, não estou procurando adicionar todas essas frases no meu texto. Quero usar palavras individuais e simplesmente descartá-las à medida que escolho o que entra ou não.

    • Crie a página na sua loja.

    Esse exemplo fala especificamente sobre páginas de coleções, mas você pode repetir o processo para qualquer página da sua escolha ou publicações de blog.

    3. Coloque suas palavras chave na URL ou no slug

    A URL é tudo aquilo que você digita na barra de endereços que tem “.com”, “.com.br”, etc. O "slug" é o que vem depois da primeira barra oblíqua, o símbolo "/". Slugs e URLs são usados de modo intercambiável, mas têm o mesmo significado. 

    Assim que você escolher um nome de domínio, sua URL foi definida e não é mais possível mudar. No entanto, slugs podem ser alterados ou customizados, só não deixe de adicionar redirecionamentos para suas novas páginas.

    A razão para colocar suas palavras chave no slug de cada página é deixar claro tanto para o usuários como para o buscador o tema da página. Além disso, você precisa ter cuidado ao colocar palavras chave na sua URL e slugs.

    Por exemplo, veja essa URL:

    https://kindahotsauce.shop/products/hot-sauce-habanero-hot-sauce-mild-sauce-150ml

    Que tal desse modo?

    https://kindahotsauce.shop/products/hot-enough-habanero

    Qual a diferença? Encher uma URL de palavras chave não a ajuda a ter um bom posicionamento nos buscadores, pois os robôs do Google já deixaram de recompensar positivamente um termo que aparece diversas vezes em uma string de URL. Portanto, não use isso de modo exagerado nas suas URLs.

    Aqui vão algumas regras básicas:

    • Evite colocar símbolos como a cerquilha (jogo da velha) e o da libra esterlina nas URLs. O símbolo de jogo da velha, tralha ou hashtag, como dizemos no Brasil é um atalho para uma localização de uma página por meio de hyperlinks – ao clicar ali, você pula para um subtítulo (como no índice desse artigo, por exemplo).
    • Atenção às maiúsculas e minúsculas. Evite usar maiúsculas em URLs ou slugs. A maioria dos CMSs hoje em dia não diferencia maiúscula de minúscula, portanto é melhor usar só minúsculas.
    • Use hífens para separar as palavras. "colecoes/shorts-masculinos-com-bolsos" é bem mais fácil de ler do que "colecoes/shortsmasculinoscombolsos". Evite underlines e espaços, pois eles prejudicam a renderização das URLs em até 20%.

    Nesse artigo (disponível somente em inglês) você pode ver uma lista completa de caracteres seguros para incluir nas suas URLs.

    4. Coloque sua palavra chave no meta title e na meta description

    O seu meta título e meta descrição são como você pode comunicar o tema da sua página, além de incentivar os usuários a clicarem nela a partir das SERPs. A Shopify já preenche antecipadamente o meta title e a meta description com o nome do produto/coleção e a descrição do produto/categoria, então não se preocupe com possíveis erros em campos meta vazios. Entretanto, se você não personalizou esses itens em cada página, provavelmente os meta dados não estão comunicando o tema da sua página.

    Veja como preparar o meta title e a meta description:

    • Escreva o título da página com menos de 55 caracteres. Encontre um modo de incluir sua palavra chave para ajudar os sites de busca a indexar sua página, mas verifique se ela está legível (e não escrita pelo Piteco). Os buscadores conseguem saber o tema da página, mesmo que as palavras sejam separadas por palavras de divisão (o/a, se, e, um/uma, e assim por diante).
    • Escreva uma meta description de no máximo 145 caracteres. Assim, você deixa a sua página de produto ou post de blog interessante para quem está fazendo a busca. Usar uma palavra chave aqui pode melhorar o posicionamento, mas isso não é essencial – concentre-se no cliente. Saiba mais sobre como escrever meta descrições.

    Nota: Veja como suas informações meta aparentam em desktops, celulares e outros dispositivos com o site ryte.

    5. Coloque sua palavra chave no sistema de nomeação das suas imagens

    Como assim? Simples, salve os arquivos com o mesmo nome que a palavra chave alvo (ex: molho-de-pimenta-habanero.jpg) e use a palavra chave como seu texto alternativo quando fizer o upload do arquivo.

    Se tiver mais de uma imagem para colocar e não quiser confundir os nomes, use diferenciais como ingredientes-molho-de-pimenta-habanero.jpg para uma foto do rótulo dos ingredientes, por exemplo.

    Como já dissemos acima, em relação à otimização de imagens, procure escrever os atributos alt com cuidado. O texto alt (ou texto alternativo) é usado quando um navegador não consegue renderizar adequadamente a imagem, bem como para acessibilidade web. É melhor descrever em linguagem simples o que está na imagem para ajudar as pessoas com deficiência visual a terem uma ideia do que a imagem está mostrando. Escrever um atributo de texto alt acessível com o uso de palavras chave alvo é ótimo, mas o recomendado é não encher o texto alt com elas.

    Image showing naming an image file name and writing alt text that is optimized for SEO

    6. Crie rich snippets com detalhes de produto e conteúdo gerado pelo usuário

    Rich snippets são listagens de buscas que incluem informações sobre o preço de um produto, sua disponibilidade e informações específicas. O conteúdo gerado pelo usuário vem das avaliações dos seus clientes e das suas avaliações. São informações úteis para saber mais sobre um produto em particular com uma olhada simples na página de resultados da busca, sem necessariamente ter que visitá-la.

    antioxidante hidratante snippet

    Os rich snippets podem levar a um aumento de até 30% no número de pessoas que clicam no seu produto a partir das SERPs. Compare um aumento de 30% em cliques de resultados orgânicos versus pagar 30% a mais em anúncios pagos – são muito mais cliques na sua página de produto, de graça. Criar rich snippets e schema certamente entra na categoria de trabalho de SEO, mas os resultados finais podem recompensar essa curva de aprendizado.

    A Shopify inclui dados estruturados e a funcionalidade de rich snippets nas suas páginas de produto sem custos adicionais em todos os seus temas gratuitos. O preço e a disponibilidade (em estoque/fora de estoque) serão capturados automaticamente e colocados em uma SERP, mas só se o próprio Google decidir exibir essas informações.

    Para exibir conteúdo segundo a experiência do usuário e classificações por estrelas nas SERPs, você precisa de um app ou de código personalizado. No entanto, antes de seguir adiante, pondere e reflita:

    • Você tem uma app de classificação de produtos? 
    • Suas avaliações são positivas ou negativas? 
    • Qual é sua classificação média de estrelas?

    Se não estiver usando um app de avaliações de produto, a Shopify tem um app grátis que dá suporte a snippets de avaliações. Assim que os usuários escreverem suas avaliações, isso vai adicionar a marcação na sua página. Depois, quando os robôs do Google voltarem e rastrear a página e ler os dados de marcação, as avaliações vão aparecer. Os rich snippets podem levar um tempo para aparecer nas listagens de buscas, então se não os vir imediatamente, não se preocupe, isso é normal

    Um lembrete importante sobre SEO on page

    Criar uma página amigável para SEO é tornar as informações digeríveis para o leitor, não necessariamente para os sites de busca. É a formatação que pode levar os usuários onde eles querem ir. Trata-se de reduzir o atrito para a experiência do usuário, ajudando-o a chegar lá e encontrar facilmente o que deseja. 

    Você pode já ter ouvido que o comprimento (de um texto do site ou post de blog, por exemplo) é um fator decisivo para avaliar o posicionamento de uma página. Pelo visto, se você tem um artigo ou página enorme, o assunto deve merecer esse tamanho todo ou então você está precisando fazer um post de introdução ou um guia para iniciantes sobre esse tema. Raramente é uma boa ideia adicionar mais palavras a um artigo ou chegar a uma métrica que promete um bom posicionamento.

    SEO off page

    SEO off page pode incluir questões de gestão de reputação, como atendimento ao cliente ou presença em redes sociais. Mas de modo resumido, é uma questão de criar backlinks – aqueles que apontam para o seu site ou blog. Quanto mais links relevantes e de alta qualidade você tiver, melhor posicionadas suas páginas ficarão.

    Existem dois métodos de criar links no seu site: de modo ativo ou passivo.

    Link building ativo

    Link building ativo é quando você planeja uma estratégia para as páginas onde você quer criar links – sabendo porque você quer criá-los – e depois executa esse plano. Em geral, o link building ativo demanda tempo e é uma estratégia bem competitiva. Lembre-se que jornalistas, influenciadores e outros tipos de profissionais escrevem pitches o tempo todo, então o seu pitch de pedido de link tem que ser bem atraente.

    Existem alguns princípios que você pode colocar em prática quando pedir qualquer coisa de outro site (links patrocinados, por exemplo):

    1. Primeiro mencione o que eles vão ganhar com isso. Sim, a natureza do seu pedido é conseguir algo (um link), mas o que eles ganham em troca? O que eles estão linkando está desatualizado ou a página não existe mais? Eles estão deixando algo essencial de fora? Apresente um motivo para eles considerarem seu pedido.
    2. Não peça links para a concorrência. Isso pode soar óbvio, mas muitos pedidos de links vêm de pessoas que querem cobertura do mesmo tipo de produto e setor que o seu. Por exemplo, se você vende shorts para ginástica e encontra um guia de compras sobre o que procurar na hora de comprar roupas de ginástica de uma marca que também vende shorts dentro do seu nicho, é melhor nem perder tempo falando com eles.

      Agora que já listamos os princípios, vamos ver algumas táticas de link building ativo:

      1. Foundational links 

      Custo: R$ 0,00

      Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️

      Esforço (máximo de 5 💪): 💪

      Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀

      Foundational links são os links de redes sociais, perfis, diretórios comerciais locais e de diretórios de nicho. Se você ainda não tem perfis em plataformas como Instagram, Facebook, Pinterest, LinkedIn, Twitter, etc., tome uma providência. Recomendo também criar também um perfil no Google Meu Negócio, mesmo que você não tenha uma loja física, pois isso vai aprimorar seu SEO local, ajudando a conquistar clientes na sua região. Os benefícios de SEO são pequenos com essa técnica, mas é algo fácil de ser feito e que vai aumentar a possibilidade de descoberta da sua marca em diferentes canais – e o Google Meu Negócio vai te dar ótimas dicas de marketing digital.

      2. Fazer pitches em guias de presentes

      Custo: R$ 0,00

      Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️

      Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪💪

      Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀🚀

      Guias de presentes são uma lista de produtos recomendados ou de ideias de presente, em geral com temas de datas específicas (como Natal ou Dia das Mães). Se você já procurou no Google “ideias de presentes”, já deve ter visto diversos deles.

      Conseguir colocar seu produto em um desses guias pode aumentar suas vendas e tráfego. No entanto, conseguir entrar em um guia desses não costuma ser nada fácil. Você vai precisar entrar em contato com quem publica o guia e pedir para o seu produto entrar. Não há garantia nenhuma que isso aconteça, mas vai que ele é justamente o que eles estão procurando, né?

      3. Campanhas de press releases

      Custo: R$ 0,00

      Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️

      Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪💪💪

      Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀🚀🚀

      Em geral uma campanha de press release envolve apresentar um release para a mídia e receber cobertura da imprensa local, nacional ou especializada do setor. Publicações na imprensa têm grandes chances de levar visitantes para a sua loja, além de dar alta autoridade e um link de confiança para o seu site – todos aspectos positivos sob a ótica de técnicas de SEO.

      Em vez de contratar uma empresa especializada, experimente fazer sua própria publicidade. Se você tem uma boa história ou um produto interessante que as pessoas vão querer escrever sobre, aproveite essa oportunidade. Entre em contato com blogueiros e jornalistas que cobrem negócios como o seu e conte sobre seu projeto.

      📚 Leitura recomendada: O poder da indicação: atraia clientes com campanhas de marketing de referência

      4. Técnica Skyscraper (Arranha-céu)

      Custo: US$ 99/mês por uma ferramenta de SEO

      Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️🕵️‍♀️🕵️‍♀️

      Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪💪💪💪

      Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀🚀🚀

      Se sua marca faz marketing digital ou está considerando fazer, a técnica skyscraper pode ajudar você a criar links. Essa técnica foi criada pelo especialista em marketing digital Brian Dean, que a descreve como um método em que você encontra conteúdo digno de links na sua concorrência, cria algo melhor ainda e depois alcança as pessoas certas.

      Para realizar essa técnica bem, você vai precisar de uma ferramenta de SEO para encontrar links que levam aos sites dos seus concorrentes e uma ferramenta para ajudar você a encontrar e-mails para onde as pessoas devem escrever. Lembre-se: você precisa investir na criação de um conteúdo de qualidade e planejar uma campanha de alcance. Ou seja, isso demanda planejamento e muito esforço.

      5. Uma publicação no blog como convidado

      Custo: R$ 0,00

      Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️🕵️‍♀️

      Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪💪

      Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀🚀🚀

      Se você está escrevendo no seu próprio blog para gerar tráfego, sabe bem que leva algum tempo até você começar a ver resultados orgânicos. Escrever um post em um blog como convidado é um modo de ficar diante do público de outra pessoa à medida que aumenta a sua própria audiência. Isso não só gera tráfego para o seu site como os links vão ajudar na otimização do seu site para buscadores como o Google.

      Encontre e faça conexões com outros sites, publicações ou blogs do seu setor que tenham o tipo de público que você deseja alcançar. Ofereça escrever um post como convidado sobre algo que o público vai adorar ou links patrocinados. Mas fale sobre um assunto que tenha relação com o seu negócio ou então isso não vai gerar tráfego.

      6. Link building com links quebrados

      Custo: US$ 99/mês por uma ferramenta de SEO

      Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️🕵️‍♀️🕵️‍♀️🕵️‍♀️

      Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪💪💪

      Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀🚀🚀🚀

      Link building com links quebrados funciona assim: você encontra páginas que têm links para o seu site que tem uma página removida, por exemplo. Depois você recria conteúdo semelhante a esse removido e fala para qualquer pessoa que estiver linkando esse recurso removido para fazer um link para o seu conteúdo agora. Mas isso funciona? Sim, afinal de contas não é bom para o SEO de nenhum site estar com links de páginas que não existem. 

      Para realizar essa técnica com sucesso, você vai precisar de uma ferramenta de SEO que permita rastrear páginas e encontrar links quebrados, além de uma ferramenta de alcance que permita descobrir endereços de e-mail. Você também vai precisar descobrir o que tinha antes nesse link agora inativo. Felizmente, você pode fazer isso com a ajuda do Wayback Machine, um site com arquivo grátis de páginas da web de diferentes períodos. Sim, a Internet está idosa assim.

      Veja a seguir o processo a seguir se você for usar essa tática:

      • Escolha um site que existe dentro do seu nicho e que publica conteúdo onde você adoraria ter um link (por exemplo, se eu tivesse um negócio com produtos para pele e óleos essenciais, buscaria um site dentro do nicho de aromaterapia – um concorrente ou um blog).
      • Use sua ferramenta de SEO para encontrar links com erro 404, páginas com a maior referência de domínios ou links ou uma página onde você sabe que tem um produto ou coleção sua. Use o Wayback Machine para ter uma ideia do que tinha nessa página antes e veja se você pode criar conteúdo semelhante sobre o que eles falavam. Nota: Mas nunca copie o texto de uma página que não existe mais, isso é violação de direitos autorais.
      • Use sua ferramenta de alcance de e-mail para encontrar quem administra o conteúdo e entre em contato contando sobre o link quebrado, como isso é ruim para o SEO e para a experiência de leitura da página deles e que (olha que coincidência!) você tem uma página justamente sobre esse assunto. Se tudo der certo, o resultado final será eles substituírem um link quebrado por um link para o seu site.

      Você pode ler mais sobre link building com links quebrados no blog da Rock Content.

      7. Menções sem link

      Custo: A partir de R$ 0,00

      Especialidade em SEO (máximo de 5🕵️‍♀️):🕵️‍♀️🕵️‍♀️🕵️‍♀️

      Esforço (máximo de 5 💪): 💪💪

      Impacto (máximo de 5 🚀): 🚀🚀

      Menções sem link é quando seu negócio é mencionado em outro site, sem existir um link para a sua loja. Por exemplo, sua marca pode servir de exemplo em um artigo que vende peças de roupa confortáveis, mas sem um link para a sua homepage. Com ferramentas como o Alertas do Google ou alguma ferramenta de SEO que tenha esse recurso, como o Ahrefs, você pode receber uma notificação na sua caixa de entrada sempre que seu site for mencionado. Quando você receber um link de um site, se achar que vale a pena entrar em contato com quem cria o conteúdo, faça isso e peça que o link do seu negócio seja mencionado.

      Link building passivo

      Link building passivo envolve tarefas diárias comuns, mas podem ajudar você a estruturar seus esforços de SEO ao longo do tempo, mesmo que não sejam atividades relacionadas especificamente a técnicas de SEO

      • Crie um produto ou serviço incrível. O modo mais fácil de gerar um burburinho sobre seu negócio online é ter um grande produto ou serviço que as pessoas sintam que vale a pena destacar. É aí que elas começam a compartilhar sua marca com os amigos e familiares – você está fazendo algo especial, portanto, se destaca. Esse processo demora um pouco para engrenar, mas é a melhor maneira de criar um negócio e estabelecer uma boa base de SEO.
      • Ofereça um serviço especial de atendimento ao cliente. Atendimento ao cliente é o tipo de coisa que quando é bom, as pessoas comentam. E quando é ruim – sim, elas comentam também. Um serviço médio é que passa despercebido. Atendimento ruim pode fazer com que as pessoas escrevam sobre sua loja, o que, tecnicamente, é bom para quesitos de SEO (lembra quando a United Airlines arrastou um passageiro para fora do avião?), mas ninguém quer ser conhecido por prestar mau atendimento ao cliente. Portanto, concentre-se em oferecer um atendimento impecável. Não precisa ser nada extraordinário – é uma questão de fazer todo o necessário muito bem e com excelência.
      • Seja atuante nas redes sociais. Ser atuante nas redes sociais não é entrar em qualquer conversa ou thread entre marcas no Twitter. Trata-se de dar uma satisfação a seus clientes quando eles pedem sua ajuda. Assim que você dominar o básico relacionado aos seus perfis, já pode considerar curtir, comentar ou compartilhar alguns posts ou Stories do Instagram em que seus fãs apaixonados estão marcando seus produtos.
      • Crie conexões com influenciadores. Isso pode soar como networking, mas pense mais em algo no estilo como fazer amigos online. Se você sabe que um(a) influencer tem grande interesse no seu setor, mande um artigo ou produto que ele(a) gostaria de ter, ou deixe um comentário especial em um post. Tudo se resume a gerar confiança com essas pessoas. Quando você conquista confiança, recebe atenção delas. Quando tem atenção, ganha espaço e permissão para compartilhar ideias ou sua perspectiva.
      • Converse em fóruns e grupos de discussão e deixe comentários em blogs. Estar presente em comunidades ou fóruns específicos do seu setor, onde seu público ideal está, pode ajudar você a construir uma boa reputação e a conquistar clientes. Use esses espaços para incentivar conversas com as pessoas certas, responder de modo ponderado e provocar animação e entusiasmo. Mas tome cuidado para não ficar promovendo seu negócio em exagero. Procure fazer isso somente se a pessoa estiver em busca de recomendações ou se seu produto resolver exatamente o problema que ela descreveu no comentário.

      Crie um plano de SEO para aumentar o crescimento de tráfego da sua loja virtual

      Quando as pessoas buscam produtos dentro da categoria da sua loja, você espera que seu site fique bem posicionado entre os resultados. Porém, o único modo de as pessoas verem sua página nos resultados é se você dedicar tempo e esforço no aprendizado das regras que regem os sites de busca e aplicá-las na estrutura e no conteúdo do seu site.

      Dedicar-se ao SEO da sua loja pode parecer muito trabalhoso no começo, mas assim que você pegar o jeito do negócio, resolvendo qualquer problema, pode ser algo tão simples quanto mudar páginas para ajudá-las a melhorar o posicionamento e encontrar palavras chave para criar novas páginas. Você vai começar a ver resultados de modo lento, mas vai ver um aumento no fim das contas. Uma estratégia de SEO vai ser uma grande alavanca para você trazer novos clientes para o seu negócio.

      Ilustrações de Rose Wong

      Perguntas frequentes sobre SEO marketing

      O que é SEO e para o que serve?

      Para ficar bem posicionado em buscadores como o Google, o conteúdo da sua loja precisa acertar a intenção de busca do seu visitante em potencial. A otimização de sites com estratégia de SEO (Search Engine Optimization, na sigla em inglês) se trata de entender como os mecanismos de busca funcionam e como as pessoas os usam.

      Qual a função do SEO marketing?

      Se você está gerando a maior parte das suas vendas por meio de canais de publicidade pagos, isso pode corroer suas margens de lucro. Embora a geração de resultados orgânicos leve tempo, no fim das contas ela vai se tornar seu melhor canal de aquisição. Trabalhar para aumentar o tráfego por meio de SEO pode demandar tempo e esforço, mas seu efeito combinado faz dele o melhor canal em questões de custo-benefício para conquistar clientes.

      Quais os principais benefícios do SEO?

      Quando as pessoas buscam produtos dentro da categoria da sua loja, você espera que seu site fique bem posicionado entre os resultados. Porém, o único modo de as pessoas verem sua página nos resultados é se você dedicar tempo e esforços no aprendizado das regras que comandam sites de busca e aplicá-las na estrutura e no conteúdo do seu site. Dedicar-se ao SEO da sua loja pode parecer muito trabalho no começo, mas assim que você pegar o jeito, pode ser algo bem simples.

      SEO vale a pena?

      Você vai começar a ver resultados de modo lento, mas logo verá um aumento do tráfego orgânico e do número de vendas. O SEO vai ser uma grande alavanca para você trazer novos clientes para o seu negócio.

      Which method is right for you?Sobre a autora

      Carolina Walliter é escritora, tradutora, intérprete de conferências e editora-chefe do blog da Shopify em português do Brasil.

      Post original em inglês: Adam Rogers

      Tradução e localização: Marina Borges

      Você tem dúvidas sobre a Shopify?

      Entre em contato a nossa Central de ajuda

      Tópicos:
      SEO