Impressão sob demanda: tudo o que você precisa saber antes de investir

An introduction to print on demand and how to get started.

A gente sabe que, para ter sucesso, é essencial ter um bom produto à venda na loja.

No caso de produtos digitais, é importante garantir que os e-books estejam devidamente diagramados, que as entregas dos clubes de assinatura sejam realizadas dentro do prazo e que os apps desenvolvidos pela sua equipe não estejam apresentando nenhum bug.

No caso dos produtos físicos, você precisa preservar a qualidade e a integridade dos produtos da loja – e, dependendo do seu nicho, vale a pena garantir um visual final que faça com que aquele produto seja imediatamente reconhecido: “Ah, essa sandália é da Linus, né? Adoro o produto deles.”

Por sorte, hoje em dia já dá para colocar a identidade da sua marca em praticamente qualquer produto, seja ele digital ou físico: e-books, camisetas, pôsteres, canecas, mochilas, livros, quadros...

O único problema é que a coisa nem sempre é tão fácil como parece: se você trabalha com um modelo tradicional de negócios, provavelmente está gerenciando não só as vendas da loja, mas também o estoque da loja. E o que fazer com esse estoque se os novos produtos simplesmente não forem vendidos?

Existe uma alternativa: os serviços de impressão sob demanda, também conhecidos como impressão por demanda, que não só oferecem um processo mais eficiente e acessível como também diminuem os riscos (e prejuízos) relacionados ao gerenciamento de estoque.

Este post é um guia rápido e prático sobre esse modelo de negócios – e ainda por cima conta com exemplos de marcas brasileiras que já utilizam a impressão sob demanda em algumas operações das lojas.

O que é um serviço de impressão sob demanda e como ele funciona?

O que é um serviço de impressão sob demanda e como ele funciona?

Em um serviço de impressão sob demanda, você contrata os serviços de um fornecedor para customizar produtos sem marca (como bonés, camisetas ou bolsas de pano) de acordo com criações próprias da sua loja. Uma vez finalizados, esses produtos são vendidos com o selo da sua marca de acordo com o modelo “sob demanda”.

Dentro desse modelo, o lojista só paga pelo produto depois de vendê-lo para o cliente, o que significa que não é necessário comprar altas quantidades de um único item e nem rezar para que tudo seja vendido e não ocupe o estoque da loja.

Os serviços de impressão por demanda apresentam ainda um outro importante benefício: as etapas da experiência de compra do cliente que ocorrem após a venda, como a impressão e o envio do produto, ficam por conta do fornecedor. Depois de receber a confirmação de compra do cliente, portanto, você só precisa clicar aqui e ali e redirecionar o pedido para o seu fornecedor de confiança.

Você também pode usar a impressão sob demanda para:

  • Testar um novo modelo de negócios (como o dropshipping) ou até mesmo uma nova linha de produtos sem precisar se preocupar com o gerenciamento do estoque físico.
  • Monetizar o seu público-alvo. A impressão sob demanda é uma excelente opção para influenciadores, YouTubers, cartunistas e outros profissionais que querem concentrar seus esforços na criação de conteúdos exclusivos e não no envio de produtos. Também pode ser uma boa solução para quem quer vender arte on-line.
  • Criar produtos originais para um nicho de clientes. Um exemplo: criar uma linha de roupas baseada em um novo meme extremamente popular.
  • Fabricar itens exclusivos para uma promoção ou sorteio: camisetas, livros, sapatos, bolsas, capinhas de celular, relógios, canecas... A lista de possibilidades é imensa!

    Vantagens e desvantagens da impressão sob demanda

    Os sites que oferecem serviços de impressão por demanda podem ser aliados importantes para a sua loja, especialmente se você optar por adotar o modelo de negócios do dropshipping, no qual a fabricação e o envio dos produtos ficam sob a responsabilidade do fornecedor.

    No entanto, por mais que o dropshipping seja uma solução prática para empreendedores que querem montar um negócio on-line, é importante que você esteja a par das vantagens e também das desvantagens presentes no modelo de negócios proporcionado pelo formato da impressão por demanda

    Vantagens

    • Maior facilidade para criar novos produtos: uma vez concluído o design do produto, é só criar um mockup para ilustrar a página de produto e começar a vender.
    • Adeus às preocupações com o envio: assim que o cliente realizar a compra e você repassar os dados do pedido para o fornecedor, o restante do processo de compra estará nas mãos dele. A sua única preocupação será proporcionar um bom atendimento ao cliente.
    • Quanto menor o investimento, menor o risco: livre da necessidade de um estoque físico, você ganha mais liberdade para vender novos produtos, remover itens que não estão com uma boa saída, testar novas ideias ou até mesmo mudar alguma estratégia de venda.

    Você tem uma ideia de negócios?

    Comece o seu teste grátis de 14 dias da Shopify hoje mesmo, sem precisar de cartão de crédito!

    Desvantagens

    • Margens reduzidas de lucro: produtos sob demanda costumam ter um valor mais elevado do que aqueles comprados no atacado, e isso pode impactar outros processos da loja, como a aquisição de clientes, as estratégias de marketing e as margens de lucro.
    • Controle reduzido sobre o processo de envio: como o envio do produto fica por conta do fornecedor, é mais difícil garantir uma entrega pontual ou até mesmo uma boa experiência de unboxing dentro do modelo de impressão por demanda.
    • Possibilidades limitadas de customização: as possibilidades de customização de produtos podem variar de um fornecedor para outro (e de um produto para outro). Por isso mesmo, você precisa ter cuidado ao calcular os custos, as opções, as técnicas de impressão, os tamanhos das roupas e muito mais.

    Como criar produtos personalizados com impressão sob demanda

    À primeira vista, pode ser complicado diferenciar um serviço de impressão sob demanda de outro; contudo, é importante analisar os recursos oferecidos por cada um deles de acordo com os produtos que você quer criar, os países e regiões para os quais esses produtos serão enviados, os preços que serão anunciados e outros fatores relevantes para a sua loja.

    Por exemplo: não adianta nada escolher um serviço de impressão por demanda que ofereça um valor mais baixo do que a média se o prazo de envio dos produtos for muito demorado.

    Assim como outros recursos presentes na sua loja, a parceira com um serviço de impressão por demanda é algo que precisa ser analisado com cuidado e atenção. Para ajudar você a navegar o processo com mais segurança, compilamos uma pequena lista com alguns dos serviços mais bem-avaliados do mercado. Vale lembrar que todos eles possuem integração com a Shopify (mas, por ora, estão disponíveis apenas em inglês).

    Os sites listados abaixo não são os únicos a oferecerem esse tipo de serviço. Se você quiser conferir outras opções, acesse a Shopify App Store.

    1. Printful

    Printful é um dos serviços de impressão por demanda mais populares do e-commerce. Com uma ampla seleção de itens e produtos, geradores de mockups descomplicados e diversas opções de adesivos, embalagens e bilhetes para a experiência de unboxing, é sem sombra de dúvidas um excelente parceiro para qualquer loja.

    O Printful também conta com algumas técnicas exclusivas para a impressão de estampas e customizações em roupas, por exemplo:

    • Impressão direta (Direct to Garment): a impressão é feita diretamente no material. Pode ser uma boa estratégia de impressão para designs mais simples, como frases inspiradoras, engraçadas ou sarcásticas. Contudo, só pode ser aplicada a algumas partes do material.
    • Corte e costura (Cut and Sew): também conhecido como “impressão total” ou “full print”, este método de impressão segmenta o design em pedaços menores para só depois costurá-lo na roupa. Por mais que o custo de produção seja elevado, é importante ressaltar que o resultado final é de altíssima qualidade – e um produto de alta qualidade pode ser vendido por valores mais altos, resultando em um lucro ainda maior.
    • Bordado (Embroidery): possivelmente a técnica de impressão mais complexa oferecida pelo Printful, o bordado cria um design com efeito 3D e pode ser utilizado em projetos que usam um esquema fechado de cores, como bonés.

    Também é importante destacar que customizações adicionais podem acabar afetando o preço final da impressão. Uma impressão bordada na manga de uma camiseta, por exemplo, terá um custo mais elevado do que uma impressão inserida em um local mais tradicional.

    O Printful também trabalha com outros produtos que não roupas, como canecas, almofadas, pôsteres, toalhas de praia e muito mais.

    serviço de impressão por demanda: site do Printful

    2. Lulu Xpress

    Lulu Xpress é uma plataforma virtual que trabalha com a publicação, a impressão e a distribuição de livros físicos e digitais.

    Disponível no formato de app da Shopify, a Lulu oferece controle total de criação do livro: você pode escolher o tamanho, o tipo de encadernação e diagramação, a qualidade da página e da impressão e muito mais.

    Por mais que a plataforma não disponibilize um editor virtual para a confecção do livro, ela conta com templates que podem ser baixados e editados. Além disso, também possui uma excelente calculadora que lista todos os gastos e valores, ideal para calcular o valor total de um projeto.

    Como a Lulu lida com a produção de livros, o site também oferece alguns descontos exclusivos para quem quiser encomendar quantias elevadas de um item.

    serviço de impressão por demanda: site da Lulu Xpress

    3. Gooten

    Assim como o Printful, o Gooten (que também possui um app exclusivo na Shopify) conta com uma ampla gama de produtos prontos para customização – e alguns itens realmente exclusivos, como calendários e até camas para cachorros.

    A diferença do Gooten, no entanto, está no fato de que é um serviço que conta com uma rede internacional de parceiros para impressão. Isso significa que, por mais que exista uma grande variedade de produtos, é possível que a qualidade de impressão e os prazos de envio também sejam bastante variados.

    O Gooten conta ainda com um editor de imagens bastante intuitivo, capaz de projetar com precisão o resultado final da impressão.

    4. Printify

    Printify pode até parecer só mais um serviço de impressão sob demanda para camisetas e casacos, mas, na verdade, ele possui um recurso único: graças à sua rede internacional de fornecedores e parceiros, o Printify conta com um catálogo verdadeiramente exclusivo de produtos, com itens que vão desde roupas até joias, relógios, sapatos e garrafas d’água.

    A variedade é tanta que a plataforma e o app contam com mais de 200 produtos disponíveis para impressão.

    serviço de impressão por demanda: site do Printify
    Impressão por demanda: como criar designs para os meus produtos?

    Não precisamos nem destacar a importância de um bom design nos produtos confeccionados pelos serviços de impressão sob demanda, né?

    Mas, se você não tem lá muito talento para as artes, não precisa nem se preocupar: a verdade é que dá para criar imagens cativantes mesmo sem ser designer profissional. Basta conhecer alguns dos conceitos mais básicos do design para, então, buscar os melhores designers e profissionais da área.

    O primeiro conceito que precisamos discutir, portanto, é o de preparação do arquivo para impressão. É importante que o designer saiba que o projeto em questão será impresso, pois dessa forma ele poderá manusear e ajustar o arquivo para que fique com 300 pixels por polegada (DPI ou PPI), tenha um plano de fundo transparente e apresente outras características específicas.

    Atenção: as especificações do arquivo para impressão podem variar de acordo com a impressora e/ou a técnica de impressão a ser utilizada. Se você estiver com alguma dúvida sobre o processo do designer ou quiser garantir a qualidade do produto final, envie junto com o pedido as suas especificações e diretrizes de impressão.

    Os designs devem ter um tamanho que corresponda à área de impressão do produto ou que seja até mesmo maior do que esse espaço – afinal, é mais fácil reduzir uma imagem muito grande e manter a qualidade final do que aumentar uma imagem muito pequena. Se você não tem acesso ao Photoshop, pode usar ferramentas gratuitas como o Pixlr.

    Clique aqui para conhecer outras ferramentas de edição de imagens!

    designer trabalhando em um modelo de impressão sob demanda

    Onde encontrar designers com os quais trabalhar

    Na melhor das hipóteses, você possui experiência com design ou já conhece algum designer de confiança; na pior das hipóteses, você não tem o menor talento para desenhar e nem sabe por onde começar a procurar um designer. É para este último caso que existe a terceirização de processos.

    Você pode encontrar designers talentosos em sites como o 99 Designs e o Behance e, para garantir um resultado positivo e satisfatório, pode também enviar instruções claras e objetivas junto com a solicitação do projeto.

    Aqui vão algumas dicas que podem ser bastante úteis durante a comunicação com o designer:

    • Compartilhe insights relevantes sobre o público-alvo da loja. Converse com o designer sobre quem é o seu público-alvo e qual é a mensagem que o design deve transmitir. Também é importante mostrar a identidade visual da marca, o site da loja e qualquer outra informação relevante.
    • Explique o que você está buscando. Compartilhe suas ideias e opiniões sobre os primeiros rascunhos e esteja presente ao longo do processo de criação.
    • Compartilhe alguns exemplos concretos. Mostre para o designer os materiais de referência ou outras imagens de designs que você gostaria de recriar para ilustrar o projeto e auxiliar o processo.

    Onde encontrar ideias para novos designs de produto

    A parte mais difícil do processo de criação de um novo design não é encontrar um profissional qualificado, e sim delimitar o design que você quer. É claro que o design do produto vai depender do seu nicho e especialmente do seu público-alvo, mas você pode visitar os sites abaixo se estiver buscando novas ideias:

    • Pinterest;
    • Páginas do Facebook;
    • Instagram;
    • TikTok;
    • Outras plataformas utilizadas pelo seu público-alvo.

    O ideal é procurar conteúdos, mensagens, estilos e ideias que sejam populares entre os clientes da loja e o público-alvo ainda não fidelizado. Lembre-se de pesquisar com atenção e se certificar de que os seus designs não estejam se apropriando ou infringindo os direitos de criação de outros artistas.

    As redes sociais também são excelentes canais para testar as suas ideias de design. Se você está pensando em transformar a internet em uma espécie de laboratório de testes, aqui vão algumas dicas:

    • Publique o conteúdo que deseja testar no seu perfil pessoal ou nos grupos do Facebook;
    • Use os adesivos interativos do Instagram para solicitar feedback;
    • Se você utiliza o Reddit, pode compartilhar uma ideia geral do design e pedir opiniões dos outros usuários.

    Antes de adotar o modelo de impressão sob demanda: 4 passos essenciais

    Por mais que o modelo de impressão sob demanda apresente um processo de gerenciamento bem mais simples do que os estoques físicos, ele também possui algumas particularidades que precisam ser estudadas com bastante atenção. A parte boa é que, com um pouquinho de criatividade, é possível resolver todos os desafios.

    1. Encomende amostras do produto final

    O controle de qualidade é um procedimento essencial para lojistas que querem utilizar um serviço de impressão por demanda: como o produto passa por diversas etapas (e pelas mãos de diversos profissionais diferentes) ao longo do processo de confecção, é importante que você tenha em mãos o produto tal como ele chegará aos seus clientes.

    Se você receber um produto de qualidade inferior ou com algum outro problema, entre em contato com o canal de atendimento do seu fornecedor para que, juntos, possam remediar a situação.

    O controle de qualidade funciona como uma garantia de que o produto chegará aos clientes da forma como você o planejou na sua cabeça. Alguns serviços de impressão, como o Printful, oferecem um desconto de até 20% nas amostras de produtos ou mesmo um frete gratuito; por isso, vale a pena avaliar o que funciona melhor para você e encomendar as amostras o quanto antes.

    Também é importante destacar que as amostras também podem servir a um outro propósito, ilustrando a fotografia de produto do seu site.

    2. Atenção especial aos prazos de entrega

    É verdade que, com o modelo de impressão sob demanda, o processo de envio e entrega de produtos fica por conta do fornecedor. No entanto, ainda cabe a você, o lojista, determinar os prazos de envio, os valores de frete e, é claro, informar os clientes sobre tudo isso.

    A primeira coisa a fazer, portanto, é aumentar o prazo de entrega da loja para que ele também leve em conta o tempo de impressão e finalização do produto, que pode demorar entre dois e quatro dias. Se o produto possui muitos detalhes ou alguma particularidade de design, é melhor calcular cinco dias ou mais.

    Os prazos de entrega e os valores de frete são determinantes para a realização da compra. Por isso mesmo, é importante que você compartilhe todas as informações relevantes no site da loja, caso contrário, acabará com uma caixa de entrada inundada por solicitações e perguntas sobre o tema. Um bom local para detalhar essas informações é a página de FAQ da loja mas, se preferir, crie uma página exclusiva para discutir o processo de envio.

    Atenção especial aos prazos de entrega nos modelos de impressão sob demanda: entregador

    Uma solução: o frete gratuito

    Um dos maiores desafios do e-commerce é o abandono de carrinhos, prática que muitas vezes é um reflexo direto dos valores elevados de frete. Se for viável para as finanças da loja, você pode tentar absorver uma parte do valor do frete no preço de venda do produto: dessa forma, o produto pode até ficar um pouco mais caro, mas o prazo de entrega será bem mais atraente.

    O frete gratuito, uma das melhores opções do mercado, também pode ser uma excelente estratégia de marketing – e a melhor parte é que ele também serve como justificativa para prazos de entrega mais demorados. Afinal, muitos clientes estão dispostos a esperar uma semana a mais se puderem economizar no valor da compra.

    Você pode oferecer o frete gratuito disponível apenas para algumas regiões ou cidades, como um incentivo à compra, ou então o frete gratuito condicional, presente em promoções do tipo “Frete gratuito em compras acima de R$ 50”.

    3. Crie mockups para exibir o produto no site da loja

    Por mais que os modelos concretos do produto possam gerar fotos e outros conteúdos visualmente relevantes, eles nem sempre são uma alternativa viável para os lojistas. Por sorte, os mockups de produto despontam como uma opção bastante eficaz.

    Muitos serviços de impressão por demanda já possuem recursos próprios para criar mockups de produtos, e é possível criar tanto imagens do item em questão como imagens com pessoas utilizando ou vestindo o produto. Se você preferir, também pode procurar outros sites que oferecem mockups gratuitos.

    PlaceIt, por exemplo, é um gerador de mockups com uma interface bem simples e possui centenas de mockups totalmente gratuitos. Se você sabe o básico do Photoshop, pode recorrer ao Behance ou ao Mockup World.

    Seção com mockups gratuitos do PlaceIt

    Seção com mockups gratuitos do PlaceIt

    4. Concentre-se em um nicho e simplifique a estratégia de segmentação

    Não importa o quão inovador ou divertido é o seu produto; se você não possuir uma boa estratégia de marketing, ele simplesmente não sairá do papel!

    O problema é que não adianta criar uma campanha de publicidade genérica e anunciá-la aos quatro ventos. Se você não segmentar o seu público-alvo em grupos de clientes, não conseguirá realizar nenhuma venda.

    Um público-alvo bem definido pode ajudar a loja a criar novos produtos de acordo com a demanda, reduzir os custos envolvidos na captação e retenção de clientes e até mesmo maximizar os lucros da loja, uma vez que as campanhas de marketing serão extremamente certeiras e, portanto, bem-sucedidas.

    E, se você conseguir construir um público fidelizado e mantê-lo interessado na sua loja por meio das campanhas de marketing, terá um ativo valiosíssimo para a loja.

    Como segmentar o público-alvo: algumas dicas de marketing

    Quando falamos de marketing, estamos falamos de inúmeras possibilidades, canais e estratégias. As ideias abaixo, portanto, servem apenas como ponto de partida:

    • Crie um perfil da loja no Instagram e comece a compartilhar conteúdos exclusivos com o seu público-alvo. Cultive novos seguidores e use o espaço da plataforma para se conectar aos clientes;
    • Crie anúncios no Facebook voltados para o público-alvo da loja. Se preferir, use a plataforma para testar novos designs e projetos;
    • Construa uma lista de e-mails para poder anunciar gratuitamente e cultivar um importante canal de comunicação;
    • Firme parcerias com influenciadores e influenciadoras que possam promover o produto e aumentar o número de vendas.

    Qualquer que seja o modelo de negócios que você escolher, o tamanho da sua loja e mesmo os produtos que você está vendendo, lembre-se: os clientes são parte essencial do seu sucesso. Por isso mesmo, é importante que você construa uma boa relação com eles.

    Como posso adotar o modelo de impressão sob demanda na minha loja?

    Se você gostou da ideia da impressão por demanda mas ainda está buscando alternativas para implementar esse modelo na sua ideia de negócio, dá só uma olhada no que três marcas brasileiras fizeram.

    Casa do Código: livros e e-books sob demanda

    A Casa do Código, uma editora especializada em livros e e-books para programadores e pessoas da área de tecnologia e inovação, adotou o modelo de impressão sob demanda para criar uma linha de produção mais ágil, econômica e enxuta.

    Dessa forma, a editora consegue garantir que os pedidos sejam entregues dentro do prazo e não precisa sacrificar seu caixa – e seu espaço de estoque! – com pilhas e pilhas de material.

    Casa do Código: livros e e-books sob demanda

    Quer saber mais sobre a história da Casa do Código e como a marca vem utilizando a impressão sob demanda? Temos um post só sobre isso!

    Insecta Shoes: e-books sob demanda

    A Insecta Shoes é prova viva de que não importa o modelo de negócios adotado, é possível manter e expandir práticas sustentáveis.

    Desde o lançamento da marca, lá em 2014, a Insecta vem se expandindo e trabalhando com novos produtos – muitos deles, digitais. O site agora também vende e-books, que são produzidos sob demanda e que podem ser adquiridos de forma consciente: os clientes pagam apenas o valor que puderem pagar.

    Insecta Shoes: e-books sob demanda

    Quer saber mais sobre a história da Insecta Shoes? Temos um post só sobre isso!

    Luz Planilhas: soluções sob demanda em um marketplace próprio

    Diferente da Casa do Código, que se firmou como uma reconhecida editora na área de tecnologia, a Luz Planilhas investiu na remodelação da marca como um marketplace de planilhas – e, hoje, conta com centenas de planilhas próprias e também com planilhas criadas por outros colaboradores externos.

    Dentro desse modelo, a Luz Planilhas conseguiu criar uma solução sob demanda: ao oferecer modelos de planilhas já prontos, a marca facilita a vida de muitos empreendedores e profissionais dos mais diversos nichos.

    Luz Planilhas: soluções sob demanda em um marketplace próprio

    Quer saber mais sobre a história da Luz Planilhas? Temos um post só sobre a marca!

    Um design, alguns testes, a sonhada venda… E o sucesso!

    Os serviços de impressão sob demanda ajudam a simplificar o processo de criação de produtos e podem ser especialmente valiosos para lojistas que estão dando seus primeiros passos no mundo do e-commerce. Os empreendedores que querem testar uma nova ideia de produto antes de colocá-la no mercado também saem ganhando com esse tipo de serviço.

    Se os seus planos de crescimento se concretizarem e você conseguir um bom número de vendas, pode até considerar a possibilidade de abandonar o modelo de impressão sob demanda para começar a administrar um estoque próprio e, quem sabe, abrir uma loja física. Mas, se você se adaptar bem ao modelo que discutimos neste texto e preferir continuar trabalhando com um fornecedor, melhor ainda: a escolha, afinal, é totalmente sua.

    Perguntas frequentes sobre o modelo de impressão sob demanda

    O que é a impressão sob demanda?

    A impressão sob demanda é um modelo de negócios no qual você contrata os serviços de um fornecedor para customizar produtos como bonés, camisetas ou bolsas de pano de acordo com designs próprios da sua loja. Uma vez finalizados, esses produtos são vendidos com o selo da sua marca.

    Por que investir no modelo de impressão sob demanda?

    Com o modelo de impressão sob demanda, você só precisa escolher os produtos que quer vender e definir o design que quer inserir nesses itens. A confecção do produto e o envio desse item para os clientes fica por conta do seu fornecedor.

    Como trabalhar com a impressão sob demanda na Shopify?

    Você só precisa fazer seu cadastro na Shopify, montar a sua loja e começar a trabalhar com um (ou mais) dos nossos 87 apps parceiros que oferecem serviços de impressão sob demanda. Para encontrar esses apps, é só acessar a App Store da Shopify.

    Por que investir em design?

    O design de qualidade ajuda sua empresa a ganhar mais credibilidade e a ser facilmente reconhecida, além de mostrar seu produto ou serviço de forma mais atraente para o público.

    Which method is right for you?Sobre a autora

    Carolina Walliter é escritora, tradutora, intérprete de conferências e editora-chefe do blog da Shopify em português do Brasil.

    Post original em inglês: Braveen Kumar

    Tradução e localização: Marcela Lanius

    Você tem dúvidas sobre a Shopify?

    Entre em contato a nossa Central de ajuda