20 táticas para gerar tráfego: um guia infalível para lojas on-line

20 táticas para gerar tráfego: um guia infalível para lojas on-line

“O que preciso fazer para gerar mais tráfego na minha loja?”

A gente sabe que essa pergunta já passou pela sua cabeça, e a verdade é que não tem como evitar esse tipo de pensamento – principalmente se você está vendendo produtos na internet.

Esse tipo de pergunta costuma surgir em momentos diversos. Para um grupo de empreendedores, ela vem depois que daquele longo tempo investido na criação e na configuração do site da marca: aí, quando a loja enfim é lançada... Não tem nenhum cliente à vista.

Também tem aqueles empreendedores que conseguem um crescimento orgânico constante por um período considerável de tempo, mas inevitavelmente chegam num ponto de estabilização e não sabem o que fazer.

E, claro, também tem gente que chega até o tema só por curiosidade, ou por pura vontade de conhecer novas táticas de geração de tráfego.

Qualquer que seja a motivação, o fato é que gerar tráfego orgânico é um dos fatores cruciais para o desenvolvimento de uma loja on-line. Sem ele, afinal, você não conseguirá atrair os seus primeiros clientes, obter bons resultados nas campanhas de publicidade e nem fidelizar seu público-alvo.

Se você já conta com uma loja on-line devidamente otimizada para gerar conversões de clientes, sabe que a fórmula abaixo é verdadeira:

mais tráfego = mais vendas

E também sabe que, por isso mesmo, sempre vale a pena investir em novas estratégias para gerar tráfego.

Gerar tráfego para site: o que você precisa saber antes de começar

A boa notícia é que, se olharmos para a retenção e a fidelização de clientes pelas lentes do marketing, o processo de conquistar o milésimo cliente da loja é praticamente o mesmo processo utilizado na hora de conquistar o primeiro.

O problema é que, para garantir que isso se traduza em vendas e lucro, é importante que a sua loja consiga gerar um tráfego relevante, que se converta em vendas – e que o custo para fazer isso seja sustentável e não deixe as finanças no vermelho.

Por isso mesmo, é essencial avaliar a sua loja e decidir se:

  • Estou vendendo um bom produto? Um “bom produto” é todo item que seja relevante para o público-alvo da loja e apresente um custo-benefício positivo.
  • Há mercado para esse produto? Tem gente querendo comprar esse produto? Ou o mercado já está saturado com lojas vendendo itens semelhantes?
  • Tenho um público-alvo explicitamente determinado? Um público-alvo relevante é aquele que é composto não só por pessoas com qualidades e gostos semelhantes, mas sobretudo por pessoas que querem comprar um produto ou serviço relacionado a esses gostos e qualidades.
  • Minha marca tem uma boa história para contar? Eu sei vender o meu produto? Uma vez que toda a jornada de compra do cliente acontece on-line, é essencial que você saiba como contar a história da marca e como destacar as vantagens e os benefícios do seu produto dentro do site da loja.
  • É possível atingir meu público-alvo por meio de estratégias de baixo custo? O objetivo, sempre, é preservar os custos de aquisição de clientes num patamar que seja financeiramente confortável para a loja, sem abocanhar uma parcela muito grande do caixa.

Como gerar tráfego orgânico no site

Este guia conta com 20 táticas comprovadas e testadas para gerar tráfego on-line.

Vamos começar?

Como definir a melhor estratégia para minha loja?

As 20 táticas presentes neste guia têm como objetivo ajudar a gerar tráfego orgânico para a sua loja, mas é importante lembrar que algumas vão conseguir gerar um tráfego de alta qualidade – enquanto outras só vão te ajudar a gerar um tráfego momentâneo e passageiro.

Por exemplo: se a sua loja vende materiais para escritório e você está querendo conquistar um público-alvo composto por jovens profissionais que trabalham de casa, o LinkedIn talvez seja um canal muito mais vantajoso do que o Pinterest.

Em outras palavras, é necessário saber qual canal escolher e qual estratégia usar.

Para tornar a leitura mais simples e objetiva, decidimos classificar cada uma das 20 estratégias para gerar tráfego de acordo com cinco elementos:

  • Tipo de estratégia. Esse elemento vai dizer se a tática que estamos mostrando é uma que tem potencial de curto, médio ou longo prazo. As estratégias de curto prazo costumam gerar resultados com certa rapidez, mas em contrapartida precisam de mais manutenção e de um investimento maior. As estratégias a longo prazo, por outro lado, demoram um pouco para trazer resultados, mas apresentam uma vida útil bem maior e não costumam precisar de tanta manutenção.
  • Nível de esforço. Representa a quantidade de tempo e o nível de habilidade e/ou experiência que você precisa para implementar a tática em questão.
  • Tempo para gerar ROI. Indica se você vai demorar dias, semanas ou meses para ver os resultados. O ROI, claro, depende também do tipo de esforço envolvido e do tipo de estratégia selecionada.
  • Custo. Quanto você vai gastar para implementar a tática de geração de tráfego.
  • Potencial. O tráfego que você pode conquistar se optar por implementar a tática em questão.

💡 DICA: Para garantir um bom resultado, recomendamos escolher uma ou duas táticas que você possa implementar e acompanhar em detalhes. A implementação simultânea de muitas táticas pode acabar gerando confusão, prejuízo e resultados negativos.

Anúncios nas redes sociais (estratégias pagas para gerar tráfego)

Se o seu objetivo é gerar mais tráfego, a primeira coisa que você precisa fazer é colocar a sua loja on-line no caminho de navegação do seu público-alvo. E, para fazer isso dar certo, os seus melhores aliados serão os anúncios pagos nas redes sociais.

Esse tipo de anúncio trabalha com uma segmentação de alto nível, e vai te ajudar a posicionar a marca na frente de pessoas que se encaixam parcialmente ou totalmente dentro dos seus parâmetros de público-alvo.

A seguir, algumas sugestões de campanhas e anúncios pagos:

1. Facebook Ads

Tipo de estratégia: Curto prazo

Nível de esforço: Baixo

Tempo para gerar ROI: Dias

Custo (máximo de 5 💰): 💰💰💰

Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤

É claro que a gente vai começar pela maior rede social do mundo, né?

Com pouco mais de 2,6 bilhões de usuários, o Facebook está cheio de oportunidades para lojistas que querem anunciar na plataforma e conquistar novos clientes. Além disso, a plataforma para anúncios da rede social é tão completa que permite criar campanhas segmentadas de acordo com interesses, comportamento, localização geográfica e diversos outros elementos relacionados aos usuários da rede.

Vale lembrar também que o Facebook pode automatizar e otimizar a publicação de anúncios, ampliando o escopo da campanha para incluir novos usuários que apresentem boas chances de conversão.

Como gerar tráfego no site: anúncio pago da Insecta Shoes no Facebook

Outra coisa legal é que o Facebook também pode ajudar a colocar a sua marca na frente de visitantes que já acessaram o site da loja, mas ainda não realizaram uma compra.

2. Anúncios no Instagram

Tipo de estratégia: Curto prazo

Nível de esforço: Baixo

Tempo para gerar ROI: Dias

Custo (máximo de 5 💰): 💰💰

Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤

O Instagram é outra rede social amplamente utilizada por pessoas de todo o mundo – e, segundo o próprio Instagram, cerca de 90% de todos os perfis da plataforma seguem ao menos uma conta empresarial.

Para conseguir um bom alcance orgânico no Instagram, o ideal é conquistar um bom número de seguidores e fazer uso de algumas das dezenas de apps e ferramentas que podem te ajudar a encontrar hashtags, editar vídeos e Stories e encontrar novos nichos de publicação.

Mas, para gerar tráfego para a loja virtual, a melhor estratégia é sem sombra de dúvidas apostar nos anúncios publicados na plataforma.

Para criar e divulgar anúncios no Instagram, você vai precisar primeiro criar uma conta do Instagram para Empresas ou então transformar o seu perfil já existente em um perfil comercial. Depois de configurar a conta, você vai poder criar anúncios dos formatos mais variados, ativar os posts compráveis e muito mais.

Como gerar tráfego orgânico: post comprável da Linus no Instagram

3. Anúncios no Pinterest

Tipo de estratégia: Curto prazo

Nível de esforço: Baixo

Tempo para gerar ROI: Dias

Custo (máximo de 5 💰): 💰💰💰

Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤

O Pinterest passa despercebido por muitos lojistas, mas a verdade é que a plataforma vem se consolidando como um espaço onde clientes e consumidores buscam ideias de produto antes de realizarem novas compras.

A própria interface da plataforma, afinal, é orientada para esse tipo de comportamento: a ideia do Pinterest sempre foi a de ser um lugar onde pessoas podem buscar inspirações e novas ideias, ou mesmo compilar imagens de produtos para novos projetos.

É por isso mesmo que o Pinterest é tão popular entre grupos de nicho: decoração, reforma, paisagismo, DYI/faça-você-mesmo, artesanato... Esses nichos dominam a plataforma – e, se a sua loja vende para esses grupos, é melhor aproveitar essa nova oportunidade.

No Pinterest, seus melhores aliados serão os Pins Patrocinados, a modalidade de anúncios pagos criados na plataforma. Esses Pins são exibidos de maneira orgânica junto com os demais pins sobre um tema, da mesma forma que os anúncios pagos são exibidos nos feeds do Instagram e do Facebook.

4. Google Ads

Tipo de estratégia: Curto prazo

Nível de esforço: Alto

Tempo para gerar ROI: Dias

Custo (máximo de 5 💰): 💰💰💰💰

Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤👤

Diferente do que acontece com o Facebook, o Instagram e o Pinterest, o Google Ads é uma alternativa para quem quer anunciar diretamente e ativamente durante o processo de busca do consumidor.

A estratégia é bem simples: os produtos são listados logo no topo da página de resultados, como na imagem abaixo.

Como gerar tráfego orgânico: anúncios da Sobrebarba no Google Ads

A maior vantagem de anunciar no Google Ads é que ele oferece a possibilidade colocar a sua marca nas duas maiores plataformas de busca do mundo: o Google e o YouTube. Dentro do Google, os anúncios são exibidos nos resultados de busca e na Google Display Network; no YouTube, aparecem como anúncios durante a exibição de vídeos.

O único problema é que criar e configurar anúncios no Google Ads pode ser um pouco complicado, até porque a plataforma não é lá muito amigável. É por isso que muita gente acaba desistindo do Google: é fácil gastar uma quantia considerável para montar um anúncio e, no fim, perceber que na verdade o anúncio foi configurado para o público errado

Engajamento nas redes sociais

Como gerar tráfego orgânico: Engajamento nas redes sociais

Cultivar um bom engajamento nas redes sociais não significa só compartilhar um link no Facebook e no Twitter e esperar que ele consiga, sozinho, gerar tráfego para a sua loja. Para que essa estratégia traga bons resultados, você precisa saber incentivar conversas, responder com cuidado e atenção – e, claro, cativar a atenção dos seus seguidores.

Lembre-se: nas redes sociais, quanto mais interessante for o seu conteúdo, melhor.

5. Incentive o compartilhamento dos conteúdos

Tipo de estratégia: Curto prazo

Nível de esforço: Médio

Tempo para gerar ROI: Semanas

Custo (máximo de 5 💰): 💰

Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤

Abrir um negócio próprio é sempre um momento emocionante na vida de qualquer pessoa – e você pode convidar seus amigos e familiares mais próximos para viverem essa experiência com você.

Convide essas pessoas de confiança a compartilharem os seus conteúdos nas redes sociais e contarem a novidade para outros conhecidos: nos primeiros dias e meses de vida de uma loja on-line, qualquer pequena movimentação pode fazer toda a diferença.

Só não se esqueça de dosar no entusiasmo, tá? Existe uma diferença entre compartilhar uma novidade e importunar pessoas próximas, insistindo para que elas entrem na sua onda.

Outra coisa importante: não peça para essas pessoas comprarem os produtos da sua loja, porque isso pode parecer um pouco forçado e possivelmente não vai acabar gerando um bom resultado a longo prazo. A ideia é usar esse grupo de pessoas como o início de um marketing boca a boca e criar uma rede de apoio – mas, se você quiser e for viável, vale a pena oferecer um cupom de desconto como uma espécie de lembrancinha e agradecimento.

6. Cultive uma presença sólida no Twitter

Tipo de estratégia: Longo prazo

Nível de esforço: Médio

Tempo para gerar ROI: Semanas

Custo (máximo de 5 💰): 💰

Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤

O Twitter é um espaço mais descontraído do que o Instagram e o Facebook, até porque o formato e os tipos de conteúdos que são publicados por lá diferem (e muito) do que costumamos ver nas outras plataformas.

No entanto, o Twitter pode ser um espaço valioso para construir e cultivar a identidade de uma marca. Além de anunciar produtos e lançamentos, você pode compartilhar memes, vídeos engraçados e outros conteúdos relevantes para o público-alvo.

Como gerar tráfego no site: Sallve no TwitterPara garantir que a marca conquiste uma popularidade considerável no Twitter, você vai precisar:

  • Seguir outras contas e perfis relevantes para o seu nicho;
  • Responder e interagir com comentários feitos diretamente no perfil da marca ou em outras postagens relevantes;
  • Saber quando e como usar as hashtags na plataforma;
  • Identificar o melhor horário para postar. 

7. Publique sobre a loja no Reddit

Tipo de estratégia: Curto prazo

Nível de esforço: Baixo

Tempo para gerar ROI: Semanas

Custo (máximo de 5 💰): 💰

Potencial de tráfego (máximo de 5 👤):👤👤

O Reddit é uma coleção imensa de fóruns e sub-fóruns no qual as pessoas podem discutir temas específicos, compartilhar notícias e conteúdos relevantes e interagir com outros usuários. Se você quiser dar uma olhadinha na plataforma, vale a pena buscar fóruns sobre empreendedorismo, e-commerce e pequenos negócios.

Assim como acontece com as outras redes sociais, no entanto, é essencial saber distinguir entre espaços seguros e fóruns obscuros, que disseminam informações falsas.

O legal do Reddit é que ele pode te ajudar a encontrar não apenas uma comunidade de profissionais como você, mas também um público-alvo de alto engajamento. Nesse caso, a primeira coisa a fazer vai ser buscar um fórum que discuta produtos como os que você está vendendo.

Vamos supor, por exemplo, que você está vendendo produtos para cabelo, como shampoos e hidratantes. Busque fóruns que tenham como tema central palavras-chave do tipo “dicas capilares”, “produtos para cabelo”, “cabelo ruivo”, “cabelo cacheado” e mais.

Uma vez identificados os fóruns relevantes, é hora de criar um post para gerar tráfego e levar os usuários do Reddit até o site da loja.

Para garantir visualizações, o ideal é criar um post objetivo e não muito longo, que apresente os elementos abaixo:

  • Um título que chame a atenção e desperte o interesse. Pode ser uma pergunta, uma afirmação ou um trocadilho inteligente; o que importa é criar um título interessante para garantir os cliques.
  • Conteúdo objetivo e relevante. As primeiras linhas do seu conteúdo precisam ser relevantes para o público leitor, mas não exagere no tom “marketeiro”: a ideia não é vender algo, mas sim iniciar uma conversa.
  • Imagem do produto ou do serviço. Embora não seja um item totalmente obrigatório, as imagens podem ajudar a ilustrar a mensagem do post (e, dependendo do nicho ou tópico, chamar mais leitores e leitoras).
  • Um link para uma página de produto do site da loja. Para gerar tráfego no site da loja, você precisa fazer com que os usuários do Reddit cheguem até a loja, né?

Lembre-se de seguir sempre a Reddiqueta, o manual de conduta e práticas recomendadas da plataforma, para garantir que a sua conta não seja banida – até porque alguns fóruns não aceitam conteúdos promocionais, então é sempre bom ficar de olho.

8. Aposte nos sorteios para aumentar o engajamento

Tipo de estratégia: Curto prazo

Nível de esforço: Alto

Tempo para gerar ROI: Dias

Custo (máximo de 5 💰): 💰💰💰

Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤👤

Os sorteios e concursos são excelentes ferramentas para lojistas que querem conseguir mais seguidores no Instagram, aumentar o engajamento nas redes sociais e, claro, gerar mais tráfego para o site da loja.

O processo para criar um concurso é bastante simples: você anuncia o sorteio, delimita um prêmio ou recompensa (como um brinde ou um vale-presente) e determina o que os seguidores precisam fazer para concorrer: seguir o perfil da loja nas redes sociais, marcar um ou dois amigos nos comentários, deixar um comentário com uma hashtag exclusiva. Para garantir um alto engajamento, vale fazer contagem regressiva para a data em que os vencedores serão anunciados.

Você pode usar um dos muitos apps para concursos e sorteios da Shopify App Store na hora de criar, configurar e gerenciar o seu próprio sorteio. Muitos dos nossos apps também contam com recursos que permitem anunciar os concursos e sorteios no site, no blog e até mesmo na newsletter da marca.

A grande sacada dos concursos e sorteios é que eles podem atrair mais gente para os perfis da loja nas redes sociais e, ao mesmo tempo, incentivar um número ainda maior de pessoas a visitarem o site da marca.

Depois que você conseguir levar mais consumidores em potencial para o site, vale a pena emendar numa outra tática para encorajar a realização da compra, como por exemplo o oferecimento de cupons de desconto.

Como gerar tráfego orgânico: desconto no site da Basico.com

9. Ofereça ofertas e cupons de tempo limitado

Tipo de estratégia: Curto prazo

Nível de esforço: Alto

Tempo para gerar ROI: Dias

Custo (máximo de 5 💰): 💰💰💰

Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤👤

Ofertas, cupons e descontos de tempo limitado são ferramentas imbatíveis para quem quer gerar tráfego e, de quebra, incentivar seguidores e clientes em potencial a realizarem novas compras.

Para gerar resultados ainda melhores, recomendamos inserir uma espécie de contagem regressiva na hora de anunciar esses descontos, ampliando assim a ideia de escassez e urgência tão central para o sucesso da estratégia.

Se você abriu sua loja recentemente e ainda não conta com um movimento muito grande no fluxo de caixa, vale a pena considerar implementar um valor mínimo para que a oferta seja ativada. Outra opção é oferecer frete gratuito para pedidos realizados até um certo dia ou para pedidos que ultrapassem um determinado valor.

Lembre-se: o importante é saber como anunciar essas ofertas, tanto no site da loja como nos canais de contato com os clientes, como e-mail e redes sociais.

Como gerar tráfego no site: frete gratuito oferecido no site da Biossance

No exemplo acima, por exemplo, a Biossance anuncia um brinde para compras acima de um determinado valor.

Parcerias com influenciadores digitais

A pandemia do coronavírus mudou muitas coisas na nossa vida e no mundo do e-commerce, e o marketing de influência foi uma das áreas que não passou impune.

Uma reportagem feita pela revista Exame mostrou que, embora os influenciadores e influenciadoras digitais ainda tenham um forte espaço nas redes sociais, a tendência é que a partir de agora as marcas e consumidores comecem a buscar influenciadores que defendam ou que estejam diretamente ligados a uma causa social.

Por isso mesmo, agora é o momento de repensar que tipo de mensagem você quer associar à marca – e com quem você quer trabalhar.

10. Envie amostras grátis para influenciadores e influenciadoras

Tipo de estratégia: Curto prazo

Nível de esforço: Alto

Tempo para gerar ROI: Semanas

Custo (máximo de 5 💰): 💰💰

Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤👤

O Instagram é, sem sombra de dúvidas, um dos melhores canais para pensar uma parceria dentro do marketing de influência. Além de ser um espaço altamente visual, o que ajuda a promover um produto ou serviço, a plataforma também conta com diversos recursos que otimizam o processo de compra, que agora pode ser realizado diretamente no app.

Uma parceria desse tipo pode tomar os formatos mais diversos. Você pode:

  • enviar um brinde e pedir para o influenciador/influenciadora postar sobre o produto nos Stories ou no feed (fazendo aquele já conhecido “recebido”);
  • convidar o influenciador/influenciadora para fazer uma ou mais postagens no perfil da marca (também conhecido como “takeover”);
  • pedir para que o influenciador/influenciadora faça um post exclusivo no feed do perfil e repostar esse conteúdo no perfil da loja;
  • fazer uma postagem marcando o influenciador/influenciadora e anunciando a parceria.

Mas a parceria num projeto de marketing de influência vai além de exposição nos posts e Stories, até porque, para muitos lojistas, essa experiência pode ser uma verdadeira aprendizagem sobre criação de conteúdos e engajamento com seguidores.

Aproveite para ver o que funciona e o que não funciona; as publicações que são bem-aceitas e o tipo de comentário e engajamento que cada post, vídeo ou imagem recebe. Tudo isso vai ser crucial para cultivar a popularidade do perfil da sua loja e, claro, garantir mais tráfego para o site.

Antes de firmar uma parceria com um influenciador/influenciadora digital, considere os dois pontos abaixo:

  1. Essa pessoa combina com a minha marca e com os valores que quero transmitir? É essencial que o influenciador/influenciadora seja uma pessoa que combine com a identidade e os valores da marca; por isso mesmo, busque alguém com quem seus clientes possam se identificar.
  2. Ela apresenta boas taxas de engajamento com seguidores? O número de seguidores não quer dizer muita coisa; o que importa, mesmo, é a taxa de engajamento. Quanto mais ativos forem os seguidores do influenciador/influenciadora, melhor.

    11. Firme parcerias com blogueiros, blogueiras e com a mídia especializada

    Tipo de estratégia: Curto prazo

    Nível de esforço: Alto

    Tempo para gerar ROI: Semanas

    Custo (máximo de 5 💰): 💰

    Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤👤

    A gente sabe que é difícil fazer uma empresa crescer organicamente, do zero. Você precisa investir na identidade e no branding da marca, criar um bom site, construir uma presença ativa nas redes sociais, interagir com clientes, se fazer presente no e-mail, ampliar a presença da marca nos resultados de busca...

    É muita coisa.

    Por isso mesmo, é sempre bom poder contar com uma boa rede de parceiros e aliados, sobretudo se esses parceiros também possuírem uma certa popularidade nas redes sociais e um número relevante de seguidores e fãs. E a mídia especializada, composta por blogueiros e blogueiras do mesmo nicho que o seu, é justamente esse tipo de rede.

    Lembre-se: a ideia não é criar amizades, mas sim construir uma rede de parcerias, onde todos os envolvidos saem ganhando.

    Abaixo, algumas ideias que você pode considerar:

    • Fazer posts em blogs de outras marcas/influenciadores. Fechar uma parceria para escrever alguns posts a convite de outra marca pode ser uma boa forma de conquistar um novo público-alvo. Certifique-se também de inserir um ou dois links para o site da sua própria loja – mesmo que apenas na sua bio.
    • Convidar especialistas. Especialistas em determinados tópicos podem contribuir (e muito) para o blog da loja, especialmente se esses tópicos estiverem relacionados aos produtos que você está vendendo ou à proposição de valor da marca.
    • Solicitar avaliações de produto. Convide influenciadores e influenciadoras com um público-alvo semelhante ao seu e solicite uma avaliação honesta dos produtos vendidos na loja. Se eles concordarem, é só enviar um pacote com alguns produtos.
    • Firmar um programa de afiliados. Com um bom programa de marketing de afiliados, você incentiva outras pessoas a gerarem mais tráfego para a loja.
    • Aparecer num guia de presentes. Guias de presente são ferramentas excelentes para gerar tráfego, mas pode ser um pouco difícil conseguir aparecer em um deles sem os contatos certos.
    • Entrar em contato com influenciadores do Instagram e pedir que promovam seu produto. É basicamente a mesma técnica usada para entrar em contato com o pessoal que escreve um blog de sucesso. A ideia é aproveitar o espaço altamente visual do Instagram e, se possível, tentar fechar uma série de Stories.
    • Reportagens e menções na mídia. Se você tem algo a dizer, então diga! Vale a pena entrar em contato com jornalistas e criadores de conteúdo que trabalham com empreendedorismo, pequenos negócios e/ou o nicho da loja. Às vezes uma única menção à loja já pode fazer uma grande diferença.

    E, como a gente já disse antes, você não precisa correr atrás dos mega influenciadores e dos canais hiper populares; o importante é conseguir uma parceria honesta e produtiva com alguém que tenha um público-alvo altamente engajado.

    12. Escreva um post de blog em parceria com influenciadores

    Tipo de estratégia: Curto prazo

    Nível de esforço: Médio

    Tempo para gerar ROI: Dias

    Custo (máximo de 5 💰): 💰

    Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤👤

    Sim, a gente acabou de mencionar algo similar no tópico anterior; contudo, esta estratégia tem gerado resultados tão bons há tanto tempo que merecia ser listada como uma tática exclusiva.

    A ideia principal aqui é: escrever um post de blog que mencione uma frase, um conselho ou alguma outra afirmação feita por um(a) influenciador(a). Quando o post estiver publicado, você manda o link para a pessoa e, quem sabe, a convida para uma micro reportagem ou parceria.

    A seguir, duas ideias para implementar a nossa 12ª estratégia:

    1. Peça conselhos sobre um determinado produto. Vamos supor que você tem uma marca de cosméticos e está criando um post sobre como encontrar a base certa para cada tom e tipo de pele. Nesse caso, pode ser uma boa ideia entrar em contato com influenciadoras e influenciadores que fazem vídeos e reviews sobre o tema e perguntar como essas pessoas escolhem suas próprias bases.
    2. Crie uma lista com algumas das vozes mais importantes no seu nicho. Na hora de realizar uma compra, leads e novos clientes estão sempre buscando as avaliações de autoridades e pessoas que conhecem bem o nicho. Por isso mesmo, é importante que alguns influenciadores e influenciadoras conheçam a sua marca – e uma boa forma de fazer isso é compilar um post com alguns desses nomes. Um guia de autoridades pode ser um excelente material para os seus clientes, além de funcionar como uma plataforma importante para esses influenciadores.

    Lembre-se: você não precisa esperar até que aquele influenciador dos sonhos descubra a sua marca e fale sobre ela; você pode inverter a ordem das coisas e dar o primeiro passo. 

    Estratégias de marketing de conteúdo

    Gerar tráfego para site: ilustração de uma câmera filmando uma mulher pintando

    O marketing de conteúdo é uma ampla estratégia de publicidade e vendas que usa conteúdos interessantes, educativos e cativantes para engajar e conquistar clientes – gerando, assim, uma ponte orgânica entre os leads e a loja virtual.

    E, atualmente, são muitas as ferramentas e plataformas para gerar conteúdos: e-books, podcasts, vídeos, tutoriais, guias... É só uma questão de escolher o que funciona melhor para você e para o seu público-alvo.

    Outra coisa importante de ressaltar é que você não precisa se restringir à ideia de criar somente conteúdos relacionados aos seus produtos. Vale expandir os horizontes e pensar em tópicos que estejam, de uma maneira ou de outra, relacionados à marca e aos valores que você está construindo.

    Também não podemos esquecer que uma das grandes vantagens de trabalhar com a criação de conteúdos próprios é que isso pode ajudar a sua marca a se tornar uma autoridade em um determinado assunto – o que vai ampliar não só o alcance orgânico da loja, mas também as formas como novos leads encontrarão o site da loja.

    Além disso, o marketing de conteúdo também pode ser uma estratégia bastante proveitosa na hora de conquistar um ranqueamento melhor nos resultados de busca. Com o auxílio de ferramentas como o Google Keyword Planner e o Keyword.io, você pode identificar novas oportunidades de palavra-chave e inseri-las nos conteúdos da loja.

    13. Escreva posts de blog que solucionem problemas e inspirem clientes

    Tipo de estratégia: Longo prazo

    Nível de esforço: Médio

    Tempo para gerar ROI: Meses

    Custo (máximo de 5 💰): 💰

    Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤👤👤

    Um levantamento realizado em 2019 pelo WordPress, a maior plataforma de blogs do mundo, revelou que mais de 409 milhões de pessoas acessam mais de 24 bilhões de páginas – e isso tudo é só a atividade mensal registrada!

    A produção de conteúdos em blogs também é impressionante: o mesmo levantamento mostrou que, todos os meses, os usuários da plataforma produzem cerca de 71 milhões de novos posts.

    Ou seja: espaço e oportunidade não faltam.

    Mas, se você quiser atrair leads relevantes e gerar tráfego de qualidade, é crucial que o seu planejamento seja bem detalhado – tanto em termos de conteúdo como em termos de palavras-chave a serem utilizadas.

    O ideal, claro, é construir posts que sejam relevantes para o seu público e que ainda assim sejam totalmente otimizados para os mecanismos de busca; o problema é que conseguir o equilíbrio perfeito entre esses dois polos nem sempre é fácil.

    Como a gente quer te ajudar, listamos a seguir os primeiros passos para montar uma boa estratégia de marketing de conteúdo num blog:

    1. Descubra quem é o seu público-alvo ideal. Coloque-se no lugar dos seus clientes: quais são os problemas que eles querem resolver? Por qual motivo estão buscando a sua loja? Por quais temas e áreas eles se interessam? Quais hobbies cultivam? As respostas a essas perguntas vão te ajudar a confeccionar um conteúdo mais adequado e customizado – e garantir mais tráfego para a sua loja.
    2. Ajude os clientes a te encontrarem. Não adianta nada ter um bom conteúdo se ele não for otimizado para os mecanismos de busca; por isso mesmo, além de ter uma lista de tópicos relevantes, você também precisa descobrir quais termos e palavras-chaves são mais utilizados na hora de falar sobre esses tópicos. Faça um exercício de reflexão interna do tipo: “Se eu estivesse buscando pelo tema X, quais seriam as palavras-chave que eu digitaria no Google?”

    Escrever conteúdos para um blog é legal, mas não é algo tão simples assim: é necessário preparação e muita estratégia. Descubra o seu nicho, os interesses do seu público-alvo, os temas sobre os quais eles querem ler e, claro, como você pode escrever esses conteúdos para que eles fiquem devidamente otimizados e consigam gerar tráfego para o site.

    14. Crie podcasts para conquistar novos públicos

    Tipo de estratégia: Longo prazo

    Nível de esforço: Médio

    Tempo para gerar ROI: Meses

    Custo (máximo de 5 💰): 💰

    Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤👤👤

    Um levantamento realizado pela Deezer mostrou que, só em 2019, o consumo de podcasts no Brasil havia aumentado cerca de 67%.

    Ou seja: assim como os blogs, há bastante espaço no mundo dos podcasts para lojistas e empreendedores que querem construir uma marca sólida e se conectar a um público-alvo específico.

    O único problema é que os podcasts não são necessariamente otimizados para gerar tráfego de maneira orgânica; na verdade, a própria natureza do formato faz com que não seja possível inserir um botão de CTA no conteúdo, já que tudo é consumido via áudio.

    Mas isso não significa, claro, que não existam soluções alternativas. Shuang Esther Shan, que coordena o podcast Shopify Masters, explica que dá para trabalhar com ao menos três estratégias diferentes:

    • Criar uma descrição bem concisa do episódio e inserir um link para um post de blog que tenha mais informações sobre o episódio. Essa descrição fica disponível em plataformas como o Spotify e outras que publicam e divulgam podcasts.
    • Publicar, no blog, um resumo acessível do podcast e transcrições dos episódios; isso garante que qualquer pessoa possa acessar o conteúdo.
    • Compilar uma lista com temas, apps, plataformas e recursos que foram listados nos episódios e publicar essa lista no blog (sempre com os devidos links).

    15. Produza conteúdos em vídeo

    Tipo de estratégia: Longo prazo

    Nível de esforço: Alto

    Tempo para gerar ROI: Meses

    Custo (máximo de 5 💰): 💰💰

    Potencial de tráfego (máximo de 5 👤): 👤👤👤👤👤

    Ainda que existam dezenas de plataformas para hospedar vídeos on-line, não há dúvidas de que o YouTube ainda é a opção mais popular e conhecida – e, por isso mesmo, o melhor espaço para quem quer gerar tráfego.

    Não só isso, o YouTube também é a segunda maior ferramenta de busca do mundo, ficando atrás apenas do Google.

    O potencial da plataforma impressiona, e muito: segundo estatísticas internas, o YouTube conta com mais de 2 bilhões de usuários cadastrados, e mais de 70% do tempo de visualização contabilizado vem de dispositivos móveis.

    Você não precisa, claro, tentar atingir esses 2 bilhões de usuários – mas sim tentar encontrar uma parcela que esteja interessada a ouvir o que você tem a dizer.

    Abaixo, uma lista com algumas sugestões de conteúdo que podem ser criados no canal de uma loja on-line:

    • Conteúdo educacional. Se for viável dentro da proposta da sua loja, que tal ensinar conteúdos educacionais e compartilhar habilidades relevantes? Vale a pena tentar incluir, aqui e ali, uma indicação de produto e um link para esse produto (que vai ser, claro, um link da sua loja virtual).
    • Storytelling. Outra opção é criar vídeos para inspirar outros empreendedores interessados no seu nicho, comunicando sempre os valores e a identidade da marca.
    • Diversão/entretenimento. Também vale a pena considerar a possibilidade de trabalhar com a criação de vídeos de entretenimento, que sempre são bem-recebidos pelo público.

    Estratégias de SEO

    Os clientes e leads conseguem encontrar a sua loja na internet?

    O tráfego gerado a partir de mecanismos de busca como o Google é um pedaço essencial do crescimento orgânico de uma loja on-line; por isso mesmo, é tão importante otimizar as páginas da loja para que o site sejam bem-ranqueado nos resultados de pesquisa.

    O ideal, claro, é ocupar a primeira página de resultados (e, de preferência, uma das cinco primeiras posições), pois dessa forma as chances de que aqueles visitantes acessem o site da loja já aumentam consideravelmente.

    E, como você já deve saber, uma boa estratégia de SEO é a aliada ideal para esse processo de otimização do site.

    Ainda não sabe o que é SEO? A gente explica:

    O SEO consiste basicamente numa otimização dos conteúdos escritos e das mídias de um site. É uma atividade manual, que consiste na inclusão de palavras-chave e outros termos relevantes em trechos específicos do conteúdo.

    16. Crie títulos que correspondam ao search intent

    Tipo de estratégia: Longo prazo

    Nível de esforço: Baixo

    Tempo para gerar ROI: Dias

    Custo (máximo de 5 💰): 💰

    Potencial de tráfego (máximo de 5 👤):👤👤👤

    O termo “título”, aqui, está sendo usado para se referir ao “meta title” – o título do post ou da página que é exibido como resultado de uma busca nos mecanismos de pesquisa:

    Gerar tráfego para site: otimização de meta title em post de blog da Shopify

    O meta title é só um dos muitos atributos que vão determinar o ranqueamento da sua página nos mecanismos de pesquisa, mas isso não significa que ele não seja um elemento de grande relevância: na verdade, muitas vezes é ele que acaba garantindo um número maior de cliques e, portanto, mais tráfego para o site.

    Além disso, o meta title também é bem importante para o Google, que o considera uma das principais métricas para organizar e priorizar a ordem dos resultados.

    De acordo com a própria plataforma, os meta titles são

    fundamentais para dar aos usuários uma visão rápida do conteúdo de um resultado [...]. Muitas vezes, são a peça principal de informação utilizada para decidir em qual resultado clicar. Portanto, é importante o uso de títulos de alta qualidade em suas páginas da Web.

    Na hora de criar novos meta titles ou otimizar os que já existem, considere as dicas a seguir:

    • Crie meta titles criativos e instigantes para cada página do site.
    • Trabalhe com um limite máximo de 55 caracteres por título.
    • Tente preservar uma certa consistência na capitalização das palavras e no tipo de pontuação utilizada.
    • Insira ao menos uma palavra-chave no meta tile.
    • Certifique-se de que o meta title esteja de acordo com o search intent dos visitantes

      17. Aposte nas meta descrições

      Tipo de estratégia: Longo prazo

      Nível de esforço: Baixo

      Tempo para gerar ROI: Dias

      Custo (máximo de 5 💰): 💰

      Potencial de tráfego (máximo de 5 👤):👤👤

      A meta descrição é uma espécie de resumo do conteúdo da página, e costuma ser exibida junto com o meta title nos resultados de busca:

      Gerar tráfego para site: Otimização da meta descrição de um post da Shopify, exibido no Google

      O meta title é responsável por chamar a atenção dos leads; e a meta descrição, a responsável por garantir que eles cliquem no link que os levará até o site da loja.

      Segundo o Google,

      Em geral, uma tag de meta descrição deve ser informativa e interessante para os usuários, com um resumo curto e relevante do assunto de uma página em particular. Elas são como um argumento de venda para convencer os usuários de que a página tem exatamente o que eles estão procurando. Não há limite de comprimento para as meta descrições, mas os snippets de resultado da pesquisa são truncados conforme necessário.

      Uma meta descrição sem graça ou sem uma mensagem de valor pode acabar afetando a geração de tráfego orgânico da sua loja – o que, por sua vez, vai afetar o ranqueamento do site da loja nos mecanismos de busca.

      Na hora de escrever as meta descrições do seu site, lembre-se das dicas abaixo:

      • A meta descrição deve ser um resumo do conteúdo da página.
      • Ela deve ter, no máximo, 145 caracteres.
      • A meta descrição deve conter também uma descrição da página.
      • Crie frases instigantes, que deixem os leads e visitantes curiosos para saber mais.
      • Inclua, se possível, ao menos uma palavra-chave.

        📚 Leitura recomendada: Pesquisa de palavras-chave para e-commerce: guia para iniciantes

        18. Otimize os links internos

        Tipo de estratégia: Longo prazo

        Nível de esforço: Alto

        Tempo para gerar ROI: Semanas

        Custo (máximo de 5 💰): 💰

        Potencial de tráfego (máximo de 5 👤):👤👤👤

        Os links externos (que conectam o seu site a outras páginas on-line) são elementos importantes de qualquer estratégia de SEO, mas isso não apaga a relevância dos links internos, que vinculam uma página do seu site a outras páginas internas.

        Na verdade, são esses links internos que ajudam as páginas do site a serem ranqueadas nos mecanismos de busca – e isso acontece graças ao PageRank, um algoritmo do Google que avalia a relevância de uma página de acordo com a quantidade (e a qualidade) dos links que levam até essa página. Uma boa avaliação pelo PageRank, portanto, pode significar um bom ranqueamento no Google.

        Para fazer isso dar certo, você vai precisar otimizar a estrutura interna do site e dos conteúdos do site para que uma página sempre faça referência a outras páginas igualmente relevantes. O processo pode ser um pouco demorado, mas aqui vai uma lista com os primeiros passos:

        • Otimize a estrutura do seu site de acordo com uma nova estratégia de SEO.
        • Localize e envie o mapa do site ao Google Search Console.
        • Adicione trilhas de navegação às categorias de produto do site para criar instantaneamente novos links internos.
        • Compile uma lista com páginas de alta relevância que podem e devem ser otimizadas para um melhor ranqueamento.
        • Identifique as páginas do seu site que atualmente apresentam os melhores ranqueamentos e veja o que pode ser replicado em outras páginas (você pode fazer isso com a extensão do Moz para Chrome).

        19. Inclua termos e palavras-chave longtail nos conteúdos

        Tipo de estratégia: Longo prazo

        Nível de esforço: Médio

        Tempo para gerar ROI: Semanas

        Custo (máximo de 5 💰): 💰

        Potencial de tráfego (máximo de 5 👤):👤👤👤👤👤

        Uma estratégia consistente de SEO é, como deu para perceber, um elemento central para gerar tráfego orgânico a partir de mecanismos de busca como o Google. No entanto, uma estratégia de SEO não é feita apenas daquelas palavras-chave e termos com altos níveis de busca, que são facilmente identificáveis durante a etapa de pesquisa e levantamento de dados.

        As palavras-chave longtail são termos mais longos, geralmente com três ou quatro palavras, que formam uma frase inteira ou parte de uma frase – e que possuem um volume de busca relativamente baixo.

        Diferente do que acontece com as palavras-chave principais, que serão utilizadas no meta title e na meta descrição das páginas do site, as palavras-chave longtail não precisam ter volumes de busca altos – até porque a ideia é usar as longtails para otimizar o ranqueamento do seu site. E, quanto menor for o volume de busca dos termos longtail escolhidos, maiores as chances de um bom ranqueamento, já que a concorrência será quase nula.

        Ou seja: é muito mais fácil usar longtails estratégicas para garantir um bom ranqueamento do que ficar competindo apenas por uma palavra-chave altamente popular, utilizada por centenas de concorrentes.

        Vamos supor que você está trabalhando com uma palavra-chave principal como “produtos para barba”, mas quer otimizar a estratégia de SEO para incluir alguns termos longtail e garantir mais tráfego para o site da loja.

        É claro que o Planejador de Palavras-chave do Google vai ser um aliado importante nesse processo, mas antes de ir explorar a ferramenta você pode ficar na própria página de resultados para “produtos para barba” do Google e buscar um pouquinho de inspiração lá no final da página:

        Gerar tráfego para site: otimização e busca de longtails no Google

        Só nesse campo já temos cinco ideias diferentes de longtails (termos com nomes de marca não serão úteis para a sua estratégia, a menos que seja o nome da sua loja):

        • produtos para barba crescer;
        • melhores produtos para barba;
        • balm para barba;
        • produtos para barba baratos;
        • produtos para barba e cabelo.

        Isso não significa que você precise incluir esses cinco termos em absolutamente todas as páginas do site – mas sim considerar em quais conteúdos esses termos podem ser adicionados de maneira natural e orgânica.

        Além disso, esse levantamento inicial fornecido pelo Google é só o início da sua busca por termos longtail, até porque sem o auxílio de uma ferramenta como o Planejador de Palavras-chave não dá para verificar os volumes de busca e a relevância dos termos escolhidos.

        20. Não se esqueça dos snippets

        Tipo de estratégia: Longo prazo

        Nível de esforço: Alto

        Tempo para gerar ROI: Semanas

        Custo (máximo de 5 💰): 💰💰

        Potencial de tráfego (máximo de 5 👤):👤👤👤👤

        Os rich snippets são pequenos conteúdos listados como resultados nos mecanismos de busca, responsáveis por exibir informações sobre um produto: valor de venda, disponibilidade em estoque, avaliação de quem já comprou e mais. A ideia é que esses snippets possam auxiliar uma pessoa interessada em comprar o produto sem que ela precise necessariamente acessar o site da loja.

        Ué, mas se eles não levam a pessoa ao site da loja, como é que eles podem ajudar a gerar tráfego?

        Bom, é simples: se o seu snippet tiver todas as informações que os visitantes estão buscando – e, além do preço, de uma imagem de produto e das avaliações de outros clientes, você também incluir um bom meta title, uma meta descrição otimizada e a URL para a página de produto, você vai conseguir direcionar essas pessoas interessadas diretamente para a página de compra do site.

        Vale lembrar que a Shopify já conta com rich snippets para as páginas de produto dos nossos lojistas, mas sempre recomendamos que você use a Ferramenta de teste de dados estruturados do Google para verificar se eles estão sendo exibidos corretamente. Depois de ativados, os snippets podem demorar um pouquinho até aparecerem como resultados de busca, então não se preocupe se eles não ficarem visíveis imediatamente após a ativação.

        Abaixo, uma lista de apps que podem te ajudar no processo de criação e edição dos snippets:

        Como gerar tráfego orgânico: conclusão

        Esperamos que as 20 ideias de como gerar tráfego orgânico que listamos neste guia sejam úteis para o desenvolvimento da sua loja on-line.

        Por último, gostaríamos de lembrar que toda e qualquer estratégia para gerar tráfego começa com a escolha de uma tática e a seleção de um canal de vendas; por isso mesmo, não tenha pressa para tentar implementar três, cinco ou dez estratégias simultaneamente.

        Boa sorte, e boas vendas!

        Ilustrações de Rachel Tunstall


        Which method is right for you?Sobre a autora

        Carolina Walliter é escritora, tradutora, intérprete de conferências e editora-chefe do blog da Shopify em português do Brasil.

        Post original em inglês: Adam Rogers

        Tradução e localização: Marcela Lanius

        Você tem dúvidas sobre a Shopify?

        Entre em contato a nossa Central de ajuda