Quer abrir uma loja virtual?

Como trabalhar pela internet: 8 ideias para trabalhar em casa

flatlay de uma mulher trabalhando em casa no laptop com xícara de chá e óculos do lado esquerdo e flores, celular, livros e cadernos do lado direito

 

Não apenas o avanço da tecnologia, mas a pandemia de COVID-19 mudou a vida das pessoas em diversos aspectos, principalmente no que diz respeito às formas de trabalhar. Muitas delas passaram a se perguntar: como trabalhar pela internet? E aí, você é uma delas?

Além da migração significativa dos escritórios para o home office, muita gente optou por começar seu próprio negócio online diante da crise econômica que se estabeleceu ou simplesmente decidiu seguir um novo caminho por conta própria em suas carreiras e fugir da cansativa rotina das grandes empresas.

Se você se encaixa em algum desses perfis e está em busca de ideias sobre como trabalhar pela internet, este artigo é o que você precisa para começar a trabalhar em casa e se tornar uma história de sucesso do e-commerce.


  

Trabalhar em casa com e-commerce: prós e contras

No mundo do e-commerce, trabalhar em casa significa usar seu próprio espaço para administrar um novo empreendimento: você pode abrir um negócio sem precisar largar o emprego ou mesmo fazer disso o seu trabalho em tempo integral.

Se a sua ideia é o trabalho online e descartar o estoque físico de produtos, melhor ainda: esse empreendimento poderá ser administrado de maneira totalmente remota, ou seja, você pode trabalhar de qualquer lugar do mundo usando apenas seu smartphone.

flatlay de uma mesa trabalho com laptop  e uma xícara de café ao centro, a palavra dream, um caderno e uma caneta à esquerda e um vaso de planta e um smartphone à direita

Mas, antes de largar tudo, se aconchegar no conforto do seu lar e comprar tudo o que precisa para o seu home office novinho em folha, é necessário pesar os prós e contras de trabalhar com e-commerce de casa.

Confira a seguir dicas de como trabalhar pela internet e algumas vantagens e desvantagens desse modelo de trabalho que não para de crescer.

Prós:

  • O investimento inicial é relativamente baixo, já que não será necessário alugar ou comprar um novo espaço de trabalho. Basta reservar um espaço em casa para chamar de home office e pronto;
  • É possível vender para outras cidades e até outros países, levando seu produto ou serviço para onde você quiser, sem muito esforço;
  • Você pode criar uma rotina mais flexível, mantendo um equilíbrio saudável entre vida profissional e pessoal – e ainda garantir uma renda extra;
  • Como trabalhar pela internet não requer deslocamento, não vai ser mais necessário enfrentar a rotina intensa de trânsito ou transporte público. Esse estresse você já pode riscar da sua lista;
  • Pode passar mais tempo com familiares e amigos, principalmente se você já tem uma família e sabe que qualquer minutinho a mais com os seus é valioso;
  • Ter mais conforto e segurança ao organizar o espaço de acordo com suas necessidades e gostos. Nada como um cantinho que tem a sua cara, não é mesmo?
  • Oportunidade de uma vida mais saudável com tempo para fazer exercícios e se alimentar melhor, coisa que pode ser bem complicada com a correria de quem trabalha fora;
  • Privilégio de organizar seus próprios horários e montar sua agenda de acordo com as suas necessidades.

 home office confortável sobre a cama com laptop, café e cadernos em um quarto aconchegante

 

Contras:

  • A falta de privacidade pode ser uma desvantagem para quem decide trabalhar em casa, já que existe o risco de ser interrompido diversas vezes, seja por quem mora com você, ou por vizinhos, interfone, telefone ou outros meios imprevisíveis;
  • Como trabalhar pela internet requer concentração, é necessário criar um ambiente de trabalho à prova de distrações, para que você consiga manter sua produtividade no nível esperado;
  • Por isso, é importante converter algum espaço da casa em um local de trabalho, como um escritório ou um espaço de armazenamento e estocagem de produtos, para não atrapalhar sua vida pessoal e nem prejudicar sua saúde, caso trabalhar na cama vire uma tentação;
  • Vale ressaltar que uma das maiores desvantagens de trabalhar em casa e ser profissional autônomo é a ausência dos benefícios trabalhistas, já que você deixa de receber os direitos previstos por lei, como férias remuneradas, registro em carteira de trabalho e plano de saúde (mas é claro que, se o seu negócio for lucrativo, você terá outros benefícios que compensarão a ausência dos benefícios trabalhistas);
  • Trabalhar em excesso é outra preocupação resultante da falta de administração de quem trabalha em casa. Perder a noção das horas trabalhadas e conhecer seu limite para não prejudicar sua saúde pode ser um desafio;
  • A falta de contato social pode ser uma questão para quem está acostumado a estar rodeado de pessoas. Trabalhar em casa pode ser libertador por um lado, mas por outro a solidão do empreendedor pode ser um problema.
Como trabalhar pela internet: mulher teclando no smartphone em mesa trabalho com laptop, agenda, óculos, livro e porta-lápis

  

Como trabalhar pela internet em 2022: dicas para se preparar

Para trabalhar pela internet como profissional autônomo, você terá que criar seu ritmo de trabalho, carga horária e processos e estratégias de marketing digital e comerciais para que seu e-commerce dê certo e tenha sucesso. Confira a seguir algumas sugestões para se preparar melhor para trabalhar pela internet:

Qual será o seu trabalho online?

Escolher e saber escolher bem com o que você vai trabalhar pela internet é fundamental e é o primeiro passo da sua jornada. Aqui neste artigo você vai encontrar 8 ideias de negócios para trabalhar em casa que com certeza ajudarão você nesta etapa.

Escolha um ambiente adequado

Quando pensamos em como trabalhar pela internet, não basta ter um espaço personalizado que tenha todo o seu estilo. Ele precisa ser funcional, confortável e atender todas as suas necessidades, já que você vai passar boa parte do seu dia trabalhando por ali e precisa garantir a alta produtividade ao trabalhar de casa. Reserve um ambiente onde seja possível separar o trabalho da vida pessoal. Ah, e tenha um bom servidor de internet que não vá deixar você na mão!


Disciplina é o segredo

Trabalhar em casa pode ser um desafio no que diz respeito à organização de horário, distrações, procrastinação, entre outras imprevisibilidades que podem surgir ao longo do dia e atrapalhar seu desempenho. Por isso, é preciso ter bastante disciplina para se organizar e manter uma rotina.

 laptop, celular de capa dourada e cadernos sobre sofá de capa rosa

Legalize seu negócio

Não é só porque você trabalha em casa que seu trabalho online é informal. Se você vende um produto ou presta serviços, é muito importante legalizar sua empresa e estar de acordo com as regulamentações locais para o bom funcionamento e prestação de contas do seu negócio.

Organize-se financeiramente

Como trabalhar pela internet sem organização financeira? Impossível. Faça os cálculos do quanto será necessário para organizar e estabelecer seu espaço de trabalho online e saiba que, ao começar a empreender, o retorno não ocorre instantaneamente. Ou seja, ter equilíbrio financeiro é essencial.

Divulgação é tudo

Depois de organizar todo o espaço e os processos para trabalhar em casa, divulgue seu trabalho para o seu público. Uma boa publicidade faz toda a diferença.

homem trabalhando em gráfico no laptop com xícara de café bem preto na mão esquerda

Como trabalhar pela internet: 8 ideias de negócios

Agora que você já conhece os prós e contras de trabalhar em casa com e-commerce e aprendeu a se preparar para trabalhar pela internet, deve estar com a mente repleta de ideias para começar uma vida nova. E nada como um negócio novo para dar esse primeiro passo, não é verdade?!

Confira agora uma lista com 8 ideias de negócios para empreendedores como você, ávidos por novos desafios e que querem trabalhar pela internet do conforto de suas casas: 

Como trabalhar pela internet: artesã em estúdio rodeada por ferramentas de trabalho

 

1. Crie e comercialize seus próprios produtos

Essa categoria é para quem é criativo, tem talento para trabalhos manuais e pensa em transformar um hobby em um empreendimento. E você ainda pode criar e armazenar os produtos em sua casa mesmo (embora para alguns seja necessário um espaço maior).

Criar seu próprio produto significa ter um controle maior sobre custos de fabricação e produção, além da otimização do controle de qualidade dos itens. E, de quebra, ainda pode usar marketplaces ou plataformas de e-commerce - como a Shopify - para hospedar sua loja e vender seus produtos.

Veja a seguir algumas ideias de produtos para vender:

  • Quadros e posters
  • Capinhas de celular
  • Velas
  • Sabonetes artesanais
  • Arte em geral
  • Comida
  • Roupas
  • Joias e bijuterias
  • Acessórios para pets

Dica: quer montar um negócio do segmento de joias e bijuterias mas ainda não tem um nome? Use o nosso gerador de nomes para loja de joias!

2. Compre no atacado para revender na internet

 caixas de papelão entulhadas, abertas e fechadas, e envelopes amarelos à esquerda

 

Como trabalhar pela internet com revenda de produtos? É simples: basta comprar produtos no atacado e revendê-los para clientes na loja virtual própria modificando os preços para garantir o lucro.

Para empreendedores que viajaram e encontraram produtos para revenda exclusivos, que ainda não estão disponíveis no mercado brasileiro, esta é uma excelente oportunidade de se destacar, por exemplo.

E também para os comerciantes que encontraram um nicho de mercado muito específico, que sofre com a pouca variedade de itens. E se os produtos forem pequenos e puderem ser enviados pelos Correios, melhor ainda!

3. Como trabalhar pela internet: venda um serviço

Vender um serviço é, muitas vezes, mais simples do que vender um produto. O maior desafio, no entanto, é como alocar o seu tempo, já que ele é limitado. Vale lembrar, afinal, que a velha máxima do “tempo é dinheiro” é especialmente relevante para quem está comercializando o seu próprio tempo de trabalho.

Profissionais criativos, como designers e criadores de conteúdo, muitas vezes acabam trabalhando como freelancers, gerenciando vários projetos (e clientes) ao mesmo tempo. Dentro dessa rotina, é possível optar pelo trabalho remoto ou um modelo de reuniões presenciais em etapas específicas dos projetos.

 mulher de unhas vermelhas digitando no teclado com cartões ao redor e caneta

 Veja, a seguir, como trabalhar pela internet comercializando serviços:

  • Aulas particulares;
  • Serviços de limpeza;
  • Criação e monetização de conteúdo;
  • Personal trainer;
  • Estética e beleza;
  • Assistência e mentoria virtual;
  • Passeios para animais e pet shop online;
  • Marketing;
  • Criação de design;
  • Copywriting;
  • Tradução e/ou revisão de texto ou livro.


É importante lembrar que o sucesso de um empreendimento como este depende do bom e velho marketing boca a boca: quanto mais satisfeitos ficarem os seus clientes, maiores são as chances de que eles recomendem os seus serviços.

Dessa forma, você não precisa trabalhar com um alto número de clientes, já que o seu objetivo não é vender o maior número possível de produtos – mas, sim, ser reconhecido por fazer um bom trabalho. Na maioria das vezes, ter um baixo número de clientes altamente satisfeitos pode ser infinitamente melhor do que ter um altíssimo número de clientes que não conhecem o seu trabalho a fundo.

4. Abra uma loja de dropshipping para trabalhar com e-commerce

Até agora sugerimos duas ideias excelentes para quem quer saber como trabalhar pela internet, mas ambas apresentam uma característica que pode ser um problema para alguns empreendedores: a necessidade de armazenar e gerenciar um estoque físico de produtos que, além de ocupar bastante espaço, também pode ser uma tarefa complicada.

Por sorte, nossa terceira dica é um modelo de negócios que elimina a necessidade de estoques físicos: trabalhar com dropshipping.

Neste modelo de negócios, a fabricação, o armazenamento e o envio de produtos fica por conta de um fornecedor que trabalha em parceria com a sua loja virtual. Na prática, portanto, os empreendedores do dropshipping acabam tendo mais tempo para se dedicar a outros elementos importantes para o sucesso de um e-commerce.

Vale ressaltar que existem diversas formas de trabalhar com e-commerce e se conseguir um fornecedor: você pode trabalhar com fornecedores nacionais e internacionais de dropshipping, contanto que tenha parceiros comerciais de confiança e que contribuam positivamente para a experiência de compra dos clientes.

Como trabalhar pela internet: ilustração de um entregador saindo da tela do computador com um pacote de encomenda e entregando para um homem

Se você gostou da ideia do dropshipping, mas não sabe nem por onde começar a procurar um fornecedor, não se preocupe: apps como o Oberlo podem ajudar você a encontrar os fornecedores mais confiáveis e os produtos para vender ideais.


A atividade do dropshipping não é muito diferente daquela de uma loja que revende produtos de outras marcas. Por isso mesmo, vale lembrar que os custos de marketing, o trabalho de fidelizar e conquistar novos clientes e o processo de atendimento ficará todo por sua conta.

O grande barato do dropshipping é que ele pode trazer lucros muito bons em nichos nos quais a demanda por produtos é alta, mas a variedade de itens oferecidos deixa a desejar.

No entanto, mesmo se você estiver dentro de um nicho bastante competitivo, como vender maquiagem na internet, é possível:

    • Selecionar os melhores produtos de fornecedores distintos para criar uma loja especializada;
    • Criar conteúdo de qualidade para a sua marca, ampliando o valor da mesma;
    • Anunciar e vender para um país ou uma região que sofre com poucos fornecedores (atenção aos custos de envio);
    • Anunciar um mesmo produto para públicos-alvo específicos (por exemplo, tênis de LED podem ser anunciados para corredores e também para jovens que vão a festivais de música).

🎥Dropshipping para iniciantes: estratégias, nichos e produtos campeões

No vídeo abaixo, confira as dicas de Murilo Bevervanso sobre dropshipping, quais produtos ele mais vende e em qual mercado o empreendedor que está começando deve apostar.

  

5. Abra uma loja de impressão sob demanda

Assim como o dropshipping, os serviços de impressão sob demanda não precisam de estoques físicos e permitem uma flexibilidade maior no processo de customização de produtos.

Além disso, a variedade de produtos disponíveis também é bem alta e é possível abrir uma loja de personalizados: você pode vender camisetas personalizadas, livros, chapéus, mochilas, cobertores, almofadas, canecas, sapatos, capinhas de celular, relógios e por aí vai.

A grande maioria das lojas que já trabalham com os serviços de impressão sob demanda geralmente se concentram em nichos específicos ou então em temas previamente delimitados: jogos, personagens de filmes e séries, animais de estimação, entre outros.

Se você já sabe um pouco de design, melhor ainda: poderá usar esta oportunidade para comercializar as suas próprias criações.

 caneca verde da pantone personalizada com macaroons de pistache sobre fundo verde

6. Como trabalhar pela internet: transforme experiências em um produto

Como mencionamos antes, uma das maiores desvantagens de negociar os seus serviços é que você só pode lucrar de acordo com o tempo que puder trabalhar. Isso significa que, se você só puder trabalhar quatro horas por dia, só ganhará por essas quatro horas.

Quem quer saber como trabalhar pela internet e está atrás de uma maneira de ampliar os rendimentos, deve transformar os seus serviços em produtos digitais, como pacotes de aulas virtuais, pacotes de vídeos, e-books... A lista é extensa.

Dessa forma, é possível não só continuar a oferecer os seus serviços, mas também ampliar o alcance da marca (e, claro, potencializar os lucros).

Veja a seguir, alguns formatos que podem ser usados:

  • Cursos em geral;
  • Peças de design gráfico;
  • Recursos licenciados (músicas, partituras, fotografias, vídeos...);
  • Downloads;
  • Templates e layouts digitais;
  • Mercadorias e produtos;
  • e-books.

Você deve ter percebido que esses formatos têm algo em comum: todos trabalham com a criação e venda de produtos digitais, de modo que não haveria nenhum estoque físico pela casa. Ou seja: mais uma vantagem para você que quer saber como trabalhar pela internet! 

 fone de ouvido sobre partitura sobre a mesa com laptop aberto à esquerda

7. Compre um e-commerce já estabelecido 

Como trabalhar pela internet com e-commerce é um ótimo negócio, que tal comprar uma loja virtual já consolidada no mercado?

Se você está buscando um empreendimento no qual possa investir um pouco do seu dinheiro e que possa ser gerenciado de qualquer lugar, investa na compra e venda de e-commerces.

O valor de um e-commerce é calculado com base nos recursos disponíveis: o total de receita gerada, o potencial de lucros, a existência de uma lista de e-mails, a presença da marca nas redes sociais e muito mais. Imagine não ter que batalhar para ganhar seguidores no Instagram?

O Exchange é um marketplace hospedado na Shopify que trabalha exclusivamente com a compra e venda de sites de e-commerce. Nele, você pode filtrar os e-commerces disponíveis de acordo com a faixa de preço, o nível de experiência e por aí vai.

Não se esqueça de avaliar todos os dados do e-commerce antes de finalizar a compra. Os dados desses sites podem ser verificados pela Shopify, então não pense duas vezes antes de entrar em contato conosco!

Como trabalhar pela internet: tela do computador mostrando gráficos e, na mesa de trabalho do home office, caderno, itens de escritório, celular e plantas

8. Como trabalhar pela internet sendo influenciador digital/marketing de afiliados

Se você já trabalha com criação de conteúdo, tem um número significativo de seguidores nas redes sociais e sempre quis trabalhar com um blog, um canal do YouTube, um podcast ou outra mídia social, por que não aproveitar para ganhar dinheiro com isso? 

Você pode usar as plataformas sociais para monetizar os seus conteúdos, conquistar novos seguidores e comercializar alguns dos produtos que listamos neste artigo, afinal nada combina mais do que publicidade e influenciadores digitais.

Outra opção é trabalhar com o marketing de afiliados e receber comissões a cada venda realizada, ou então como influenciador digital – neste caso, você receberia valores fixos para promover marcas e produtos nas suas postagens.

Não se esqueça de que construir um público-alvo fidelizado e ativo requer paciência e muito trabalho duro. Além disso, não é algo que pode ser facilmente atingido a curto prazo, de forma que pode ser uma boa ideia investir paralelamente em outras ideias que possam dar um retorno mais imediato.

No entanto, se você está decidido a investir nas redes sociais, lembre-se de que o potencial de monetização do seu público-alvo depende, em grande parte, do nicho que você escolher.

flatlay das ferramentas de um influenciador digital, laptop, ipad, celular, câmera e óculos á esquerda

Como trabalhar pela internet em 2022: conclusão

Como você leu neste artigo, trabalhar pela internet em casa é uma decisão com prós e contras que devem ser levados em consideração, e que não pode ser tomada de um dia para o outro.

É necessário muito planejamento, disciplina e organização desde o pontapé inicial para montar uma loja virtual e ter um negócio de sucesso, seja lá qual ramo você escolher.

Espero que alguma das 8 ideias de negócios para trabalhar em casa tenha sido a motivação que faltava para você começar a empreender e ir em busca de seus objetivos. O mais importante é que seu negócio combine com você e que seja um sucesso.

Perguntas frequentes sobre como trabalhar pela internet

Quais os prós e contras de trabalhar em casa com e-commerce?

As vantagens de trabalhar em casa pela internet envolvem um investimento inicial relativamente baixo, possibilidade de vender produtos para outras cidades e até outros países, uma rotina mais flexível e um equilíbrio saudável entre vida profissional e pessoal. Vale ressaltar que, ao trabalhar em casa, você terá a oportunidade de ter uma vida mais saudável com tempo para fazer exercícios e se alimentar melhor, além do privilégio de organizar seus próprios horários e montar sua agenda de acordo com as suas necessidades. As desvantagens são: falta de privacidade e possíveis interrupções, espaço de armazenamento e estocagem de produtos, trabalho em excesso pela falta de administração de tempo e menor contato social.


Como se preparar para trabalhar pela internet?

Como trabalhar pela internet é uma atividade flexível, você terá que criar seu ritmo de trabalho, carga horária e processos e estratégias de marketing digital e comerciais para que seu e-commerce dê certo e tenha sucesso. Para isso, primeiro você precisa saber qual será o seu trabalho online. Em seguida, escolha um ambiente adequado de trabalho que seja funcional e confortável. Atue com disciplina e legalize seu negócio o quanto antes. Organize-se financeiramente, já que o retorno financeiro pode demorar e, claro, divulgue seu trabalho para seu público.

Quais as sugestões de ideias para trabalhar em casa?

Como trabalhar pela internet sem sair de casa? Sugerimos alternativas: crie e comercialize seus próprios produtos; compre no atacado para revender na internet; revenda um serviço; abra uma loja de dropshipping e deixe a fabricação, o armazenamento e o envio de produtos ficar por conta de um fornecedor parceiro que trabalha em parceria com a sua loja virtual; abra uma loja de serviços de impressão sob demanda; transforme uma experiência em produto, colocando seus serviços à venda; compre um e-commerce já estabelecido ou seja um influenciador digital e faça marketing de afiliados. 

 

Quer saber mais?

 


Which method is right for you?Sobre a autora

Ingrid Varella é jornalista, atua como tradutora e redatora, e é cantora nas horas vagas. Está sempre em busca de conhecimento, com uma xícara de café de um lado e sua gata do outro.

Você tem dúvidas sobre a Shopify?

Entre em contato a nossa Central de ajuda

Quer abrir uma loja virtual?